Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Cássio pede atenção com o Bahia e exalta 'pés no chão' do Corinthians

Equipe lidera o Brasileiro com dez pontos de vantagem para o Santos, segundo colocado

Estadão Conteúdo

13 Outubro 2017 | 14h50

A rodada deste meio de semana do Campeonato Brasileiro foi das melhores para o Corinthians. A vitória sobre o Coritiba aliada ao empate do Santos com a Ponte Preta fizeram com que a vantagem do líder para o time da Vila Belmiro, segundo colocado, subisse para 10 pontos. A 11 rodadas para o fim da competição, o título está mais próximo do que nunca, mas os jogadores tratam de ponderar.

+ Sondado pelo Dortmund, Jô deixa futuro em aberto no Corinthians​

+ Há 40 anos, o Corinthians acaba com o maior jejum de sua história

"Primeiro, pensamos na vitória, em nosso trabalho, depois vemos os resultados. Os resultados foram legais para nós nessa rodada, ganhamos em casa e aumentamos a distância. É pé no chão, jogo a jogo", declarou o goleiro Cássio em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

O técnico Fábio Carille disse após o triunfo de quarta que o Corinthians precisa de cinco vitórias nesta reta final para garantir o título. Cássio, porém, garantiu que o pensamento dos jogadores é somente no próximo adversário, o Bahia, em partida que acontecerá neste domingo em Salvador.

"Tem de pensar em ganhar o próximo jogo, pensar por etapas. Algumas pessoas já vêm falando em título, mas temos de ter os pés no chão e focar 100% na partida que nós temos", disse. "Ânimo temos de sobra, só de estar aqui no Corinthians e na briga por título."

O goleiro corintiano alertou para a qualidade do Bahia, que buscou um empate por 2 a 2 diante do Palmeiras na quinta-feira, em pleno Pacaembu, depois de estar perdendo por 2 a 0. Apesar da distância das equipes na tabela - os baianos estão apenas em 14.º -, Cássio previu bastante dificuldade para o Corinthians.

"Vimos um pouco do jogo do Bahia contra o Palmeiras, equipe bem qualificada", avaliou. "Não olhamos se o adversário está lá embaixo ou em cima. Respeitamos todas as equipes, não é porque o Bahia está lá embaixo que vamos faltar com respeito. Jogo difícil, todos são. Muitas vezes, mesmo com nós fora de casa, a equipe mandante muda sua maneira de jogar. Vamos tentar ver os pontos fracos da equipe do Bahia e tomar cuidado para não sermos surpreendidos."

Nesta sexta-feira, Carille poupou boa parte dos titulares no treino no CT Joaquim Grava e escondeu o time que entrará em campo no fim de semana. Léo Príncipe, Pedro Henrique, Arana, Camacho, Jadson, Rodriguinho e Jô, titulares contra o Coritiba, apenas correram em volta do gramado, enquanto Balbuena trabalhou na academia.

Depois de cumprirem suspensão, Fagner e Romero devem ser titulares. Recuperados de contusão, Pablo, Léo Santos e Paulo Roberto também voltam a ficar disponíveis. A tendência é que o Corinthians seja escalado com: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Camacho, Maycon, Rodriguinho, Jadson e Romero; Jô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.