Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Cássio planeja jogar até 40 anos e define Ronaldo o maior goleiro do Corinthians

No jogo com o Red Bull Bragantino, neste sábado, goleiro corintiano alcançará a marca de 550 partidas pelo clube

Redação, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2021 | 15h33

Ao pisar no gramado do estádio Nabi Abi Chedid para encarar o Red Bull Bragantino neste sábado, o goleiro Cássio alcançará a impressionante marca de 550 jogos com a camisa corintiana. Entre os maiores vencedores do clube, com 9 títulos, o goleiro revelou nesta sexta-feira que não se sente o melhor da posição da história do Corinthians e que pretende jogar até os 40 anos. Está com 34.

Cássio vai igualar Cláudio Cristóvão Pinho como sétimo jogador com mais número de jogos no Corinthians. Vaguinho, o sexto, fez um jogo a mais e também será ultrapassado rapidamente pelo goleiro. Depois, caminhará para superar Biro Biro, com 590, em quinto.

Vladimir segue soberano na frente, com 806, mas a chance de alcançar e ultrapassar Ronaldo é grande. O ex-goleiro entrou em campo 602 vezes e é, para Cássio, o maior de todos. "Posso até passar o Ronaldo em jogos, títulos, mas para mim ele vai ser sempre o maior goleiro da história do Corinthians", afirmou o camisa 12, campeão da Libertadores e do Mundial em 2012 sendo decisivo nas campanhas.

Com o ritmo de jogos atual, Cássio já superaria Ronaldo no próximo ano. E a meta de atuar até os 40 anos o deixaria no topo em três temporadas. Ele, porém, pede calma apesar da previsão.

"É difícil falar sobre futuro, sobre metas. Lógico que me sinto muito feliz, lisonjeado de vestir essa camisa, do maior clube do futebol brasileiro. Só quem jogou no Corinthians sabe, representar uma nação. Eu cheguei aos 10 anos de Corinthians e, para goleiro, tenho bastante futebol ainda", enfatizou Cássio, desde 2011 no clube. "Tenho em mente jogar até os 40 anos, me cuidando, com desempenho bom e a equipe brigando por título."

Nada, porém, de garantir que vá cumprir o sonho. Ele prefere a cautela. "Espero que possa ficar o maior tempo possível vestindo a camisa do Corinthians. Prefiro focar ano a ano, temos um final de temporada bem importante", disse. "A gente olha para trás e vê tudo o que a gente construiu, tanto que trabalhou e que valeu a pena todo sacrifício. Me sinto feliz", seguiu. "Você estar no Corinthians te motiva sempre a querer mais, a bater marcas, recordes. É um momento feliz que estou vivendo, mas prefiro pensar ano a ano."

Quando Cássio fala da reta final importante de temporada, ele prevê o time incomodando os primeiros colocados do Brasileirão. Mesmo distante 13 pontos do líder Atlético-MG, ele sonha em arrancada. Tudo por causa da melhora com a chegada dos reforços.

"O Corinthians é um clube que nunca pode ser subestimado por sua grandeza e a história mostra", avisou, confiante. O goleiro revelou, ainda, ser um apaixonado por tudo no clube e disse que os jovens podem sempre podem contar com seu apoio.

"Eu acompanho o nosso sub-17, sub-20, futebol feminino também. Eu curto acompanhar o dia a dia, a base, porque esse é o futuro do Corinthians", afirmou. "E eles sabem que podem contar com a gente para dar suporte."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.