Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Cássio se diz honrado por igualar 590 jogos de Biro Biro no Top 5 no Corinthians

Goleiro comemora aniversário e relembra importantes momentos na meta do time do Parque São Jorge

Redação, Estadão Conteúdo

06 de junho de 2022 | 20h07

O goleiro Cássio comemorou 35 anos nesta segunda-feira festejando novas marcas no Corinthians. Dono de nove títulos no clube e um dos grandes ídolos da torcida, o camisa 12 chegou a 590 jogos e entrou para o Top 5 corintiano, igualando o volante Biro Biro. Com mais 12 partidas, o camisa 12 será o terceiro. Tais façanhas o emocionam e ele, sentindo-se privilegiado, fez um emocionante agradecimento antes da viagem para encarar o Cuiabá, pelo Brasileirão, nesta terça-feira.

"Estou muito feliz por chegar aos 35 anos, feliz pelo momento, pela família. A gente só quer pedir, pedir, e esquece de olhar para trás e agradecer por tudo o que tem, o que conseguiu alcançar com a profissão. Sou muito grato por chegar bem aos 35 anos", festejou.

Com os 590 jogos realizados, Cássio se igualou a Biro Biro, algo que jamais havia passado por sua cabeça quando chegou em 2011. Vai superar o volante nesta terça-feira, em visita ao Cuiabá. O goleiro prega respeito ao companheiro e festeja a marca.

"Muito feliz por chegar à marca do Biro Biro, me tornar o quinto jogador na história do clube. Muito respeito pelo Biro Biro, assim como com todos atletas que jogaram no Corinthians, por todos que foram vitoriosos, por todos que tiverem oportunidade de vestir essa camisa. Vou ser sempre grato, vou passar mais alguns, mas sempre com respeito. E isso serve de motivação, igualar número de jogadores emblemáticos."

Mais oito aparições e Cássio alcança o lateral-direito Zé Maria. Entrará no Top rapidamente, pois Ronaldo fez 602 partidas. Wladimir, com 806 jogos, se mantém soberano.

DESFALQUES

Cássio mais uma vez defenderá um Corinthians desfalcado no Brasileirão. Raul Gustavo se recuperou da covid-19 e volta na zaga, mas o volante Maycon, com incômodo no adutor da coxa direita, se junta aos também machucados Fagner, João Victor, Willian e Jô.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.