Vinod Divakaran/Doha Stadium
Vinod Divakaran/Doha Stadium

Catar diz que Copa de 2022 não terá aumento para 48 times sem a aprovação do país

Chefe do Comitê Organizador do Mundial-2022 disse que 'não haverá nenhuma restrição' a mulheres nos estádios

Redação, Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2019 | 11h25

Nasser Al Khater, vice-secretário-geral do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, mandou um aviso para a Fifa, nesta quarta-feira, durante entrevista coletiva em Doha. "Nenhuma decisão será tomada sem a aprovação do Catar". O dirigente se referia ao fato de a entidade que comanda o futebol mundial ter como plano aumentar de 32 para 48 o número de seleções no próximo Mundial.

"No momento em que estamos conversando, estamos nos preparando e trabalhando para uma Copa do Mundo com 32 equipes", explicou Al Khater. "O importante é que será uma decisão tomada em conjunto".

Por causa do forte calor no Catar, o Mundial de 2022, que será disputado de 21 de novembro a 18 de dezembro, terá a duração de 28 dias, ao invés dos habituais 32, mas a Fifa estuda a possibilidade de ampliar o número de participantes para 48 seleções, algo já definido para a Copa de 2026 nos Estados Unidos, Canadá e México.

"Estamos aguardando os resultados dos estudos de viabilidade. Assim que estiverem prontos, a Fifa os compartilhará conosco para que possamos trabalhar neles", disse Al Khater. "Com os dados em mãos veremos se é possível ou se não é possível e o que precisaremos mudar, pois teremos numerosos aspectos afetados, caso passe para 48 equipes, como número de estádios, número de dias de competição, etc".

Sobre o acesso das mulheres aos estádios, o chefe do Comitê Organizador do Mundial-2022 disse que "não haverá nenhuma restrição", em contraste com o que pode ocorrer na Supercopa da Itália, disputada nesta quarta-feira em Jeddah, na Arábia Saudita, entre Juventus e Milan, que provocou uma polêmica por não permitir o acesso de mulheres não acompanhadas por homens.

"No Catar, não temos restrições ao acesso das mulheres ao estádio. No treino do PSG (Paris Saint-Germain), aberto ao público, havia homens e mulheres, sem restrições", disse o dirigente. A decisão final sobre o projeto de uma Copa do Mundo com 48 equipes em 2022 será apresentada em março deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.