Cautelosa, Ponte vai reforçar marcação

Nem mesmo as duas vitórias consecutivas - sobre Fortaleza e Paraná - devem fazer o técnico Estevam Soares mudar de opinião. Apesar de dizer que a Ponte Preta vai a São Januário na próxima quinta-feira ?para buscar pontos?, o treinador prefere ser cauteloso e já deu sinais que vai optar por uma formação bastante defensiva. Usando o pretexto das ausências dos meias Rafael Ueta e Danilo - que receberam o terceiro cartão amarelo e terão de cumprir suspensão - o técnico deve montar um time fechado na defesa. A prioridade será evitar a derrota. A precaução se justifica. A Ponte Preta chegou a liderar o campeonato, mas experimentou uma queda vertiginosa e passou nove rodadas sem vencer - sendo oito derrotas. O time reagiu nas últimas duas rodadas, chegou aos 40 pontos e ocupa agora a 8ª posição. Estevam acha que o momento é o de consolidar a reação e por conta disso, pretende arriscar o mínimo possível.Apesar de não confirmar os substitutos, o treinador deverá escalar Romeu e Carlinhos nas duas vagas, jogadores que têm a marcação como principal característica. Sendo assim, o time ficará com quatro marcadores (Éverton, Ângelo, Romeu e Carlinhos) e apenas um jogador de criação - Élson. Outra mudança deverá acontecer na ala-direita. Como Luciano Baiano não rendeu o esperado no último sábado, Estevam deverá substituí-lo por Rissut, que entrou bem durante o jogo, inclusive cobrando o escanteio que originou o gol da vitória, feito pelo atacante Tico, de cabeça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.