Cauteloso, Parreira aposta no time do penta

O técnico Carlos Alberto Parreira preferiu não arriscar e convocou para as duas primeiras partidas do Brasil nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006 - contra Colômbia e Equador - apenas jogadores consagrados. A grande maioria dos convocados participou da campanha do pentacampeonato na Ásia. O treinador renovou pouco a equipe. Convocou o meia Kaká (Milan) - principal jogador da seleção Sub-23 - ma resolveu apostar mesmo em nomes já conhecidos do torcedor e dos adversários. Por conta disso, chamou Ronaldo e Roberto Carlos, do Real Madrid; Ronaldinho Gaúcho (Barcelona) e Cafu (Milan). Mesmo sem conhecer as reais condições do jogador, que vem de contusão e sequer participou da pré-temporada, o meia Rivaldo (Milan) também foi chamado. Apesar de estar na lista, Ronaldinho Gaúcho não poderá enfrentar a Colômbia. Expulso na partida contra a Turquia pela Copa das Confederações, ele terá de cumprir suspensão automática. O jogador poderá ser escalado apenas na partida contra o Equador.Para os jogos contra a Colômbia, dia 7 de setembro, em Barranquilla e, contra o Equador, dia 10, em Manaus foram chamados: Goleiros Dida (Milan) Laterais Cafu (Milan)Belletti (Villarreal)Roberto Carlos (Real Madrid)Junior (Parma)ZagueirosEdmílson (Lyon-FRA)Roque Junior (Milan)Lúcio (Bayern Leverkusen)Juan (Bayern Leverkusen) Meio-campistasGilberto Silva (Arsenal)Kléberson (Manchester)Zé Roberto ( Mayer Munique)Emerson (Roma)Kaká (Milan)Rivaldo (Milan) AtacantesRonaldo (Real Madrid)Ronaldinho Gaúcho (Barcelona)

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 14h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.