Cavalaria e cães para a segurança no São Paulo x Corinthians

Polícia Militar se prepara para fazer a segurança do Morumbi cheio no clássico de domingo, pelo Brasileirão

Piervi Fonseca, Jornal da Tarde

04 de outubro de 2007 | 19h37

O último clássico do ano na Capital será no domingo entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi. Por esse motivo, segundo o major Armando Tadeu, do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar, a segurança dentro e fora do estádio será reforçada com duas companhias da PM. "A previsão para o jogo de domingo é de casa cheia. Ficaremos em cima da parcial de ingressos vendidos para tomarmos as melhores medidas de segurança possíveis", explica o major. Dos 64.207 ingressos disponibilizados, 21.774 já haviam sido vendidos até esta quinta.Como as duas torcidas estão em posições opostas na tabela, o major acredita que as manifestações dos torcedores serão intensas. "Como o São Paulo está na liderança e o Corinthians, com todo essa crise, as provocações entre as torcidas ficam mais evidentes. Tentaremos coibir qualquer violência", garante o major. "Contaremos com cavalaria fora do estádio e canil na beira do campo para evitar invasões."Preocupada com a grande quantidade de torcedores que utilizarão os trens, a CPTM também prepara um esquema especial de segurança, com mais de 800 câmeras de monitoramento interno, além de reforço de pessoal nas principais estações.Nesta sexta, às 10 horas, haverá reunião na sede do 2.º Batalhão de Choque da PM, com a presença de líderes de organizadas e representantes da CPTM, para um melhor planejamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.