Jacques Brinon/AP
Jacques Brinon/AP

Cavani assina com o Paris Saint-Germain por cinco anos

Clube francês vence a concorrência e fecha com atacante uruguaio por 64 milhões de euros

AE, Agência Estado

16 de julho de 2013 | 13h57

PARIS - Um dos nomes mais cobiçados dessa janela para transferências do futebol europeu, o atacante Edinson Cavani finalmente definiu seu destino nesta terça-feira. Depois de muitas especulações, o Paris Saint-Germain venceu a concorrência de clubes como Real Madrid, Chelsea e Manchester City e assinou com o atacante do Napoli por cinco temporadas.

Os dirigentes franceses não confirmaram o valor da negociação, mas a imprensa europeia anunciou que o Napoli recebeu 64 milhões de euros - equivalente à multa rescisória - para ficar com o jogador. Se for confirmado, esse é o maior valor pago por um clube francês a um jogador na história, superando os 60 milhões de euros desembolsados recentemente pelo Monaco ao Atlético de Madrid pelo colombiano Falcao Garcia.

"A transferência de Edinson Cavani é mais uma prova da habilidade do clube de atrair jogadores pelo mundo. O jogador foi seduzido pelo projeto esportivo do clube e está empolgado de juntar-se a um time ambicioso, impaciente para ter novos desafios. Nós estamos especialmente felizes por apresentar um jogador tão cobiçado, de imenso talento, aos nossos torcedores", declarou o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi.

Cavani deve fazer dupla de ataque com o também badalado Ibrahimovic na França, além de reencontrar seu companheiro dos tempos de Napoli Ezequiel Lavezzi. O jogador chegou a admitir o desejo de atuar com a camisa do Real Madrid, mas o presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, fazia questão do pagamento da multa rescisória, o que o clube espanhol não parecia disposto a aceitar.

Artilheiro do último Campeonato Italiano, com 29 gols, e presença constante nas convocações da seleção uruguaia, Cavani tem 26 anos e começou a carreira no Danúbio, de sua terra natal. Ele logo chamou a atenção do futebol europeu e foi para o Palermo em 2006. Após quatro temporadas na equipe, transferiu-se para o Napoli, onde apareceu para o mundo do futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.