Charles Platiau/Reuters
Charles Platiau/Reuters

Cavani reclama de boatos sobre relação com Neymar: 'Aumentaram muitas coisas'

Atacante uruguaio do PSG afirma que as questões envolvendo o futebol devem permanecer 'dentro do vestiário'

EFE

03 Janeiro 2018 | 11h38

O atacante uruguaio Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain, garantiu, em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal uruguaio Ovación, que boa parte das notícias publicadas sobre sua relação com Neymar foram inventadas ou aumentadas. O relacionamento entre os dois vem sendo motivo de muitas especulações envolvendo o vestiário do clube.

+ Neymar, Daniel Alves e Marcelo integram seleção do ano do 'L'Équipe'

+ Mbappé diz que ir para o PSG foi natural e nega que Neymar seja egoísta

"Não há nada especial em tudo o que se falou. Aumentaram muitas coisas sobre o que aconteceu dentro do campo e do vestiário. É ali que essas coisas devem ficar, porque o futebol é assim", garantiu o jogador de 30 anos.

Cavani e Neymar, ainda no início da temporada, se envolveram em uma polêmica devido à disputa em campo pelo direito de cobrar pênaltis. O problema só foi resolvido após intervenção do técnico Unai Emery, que definiu o brasileiro como batedor da equipe. O uruguaio garantiu que o assunto está superado e que o Paris Saint-Germain está acima dos dois.

"Acreditam em, ou inventam histórias que não existem. Aqui, o que conta é o objetivo do grupo. Temos que trabalhar e alcançar metas com o time", disse o goleador.

COPA DO MUNDO

Questionado sobre a participação do Uruguai na Copa do Mundo, que acontecerá neste ano, na Rússia, Cavani demonstrou ansiedade, garantindo que a intenção é voltar ao país de origem com o troféu de campeão. "Sinceramente, vamos com o objetivo de ganhar. É sonho de todos os uruguaios", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
Edinson Cavani Neymar Paris Saint-Germain

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.