Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Caxias vence em casa e impõe primeira derrota ao Grêmio no Campeonato Gaúcho

Derrota impede equipe do técnico Renato Gaúcho de chegar à liderança do Estadual

Estadão Conteudo

05 Fevereiro 2017 | 19h31

O Grêmio sofreu neste domingo a sua primeira derrota no ano ao levar 2 a 1 do Caxias, no Estádio Centenário, pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho. A derrota impediu que o time assumisse a liderança do torneio estadual.

Com a vitória, o Caxias somou os três primeiros pontos na competição, enquanto o Novo Hamburgo lidera de maneira isolada, com seis, sendo o único time com 100% de aproveitamento após duas rodadas. A derrota deixou o Grêmio de Renato Gaúcho estacionado nos três pontos.

Neste domingo, o Grêmio entrou em campo com a mesma escalação da vitória por 2 a 0 sobre o Ypiranga, na estreia: Marcelo Grohe; Leonardo, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jailson, Maicon, Ramiro, Douglas e Pedro Rocha; Luan.

A partida começou com ritmo movimentado e o Caxias criou a primeira chance de abrir o placar aos quatro minutos, quando Elyeser chutou de longe e Grohe caiu bem para fazer a defesa. Aos sete, o Grêmio respondeu com Pedro Rocha. O atacante recebeu cruzamento com o gol aberto, mas mandou por cima e desperdiçou uma ótima oportunidade.

Nos minutos seguintes, as jogadas mais ríspidas tomaram conta do jogo e a arbitragem distribuiu três cartões amarelos antes mesmo dos 30 minutos. Douglas e Pedro Geromel foram advertidos no Grêmio e Márcio Goiano, no Caxias.

O Grêmio ensaiou uma blitz, mas não conseguiu mexer no marcador. Aos 28, Marcelo Oliveira cabeceou com perigo para fora. Aos 31, Pedro Rocha cabeceou no chão, consciente, mas Marcelo Pitol fez a defesa. No lance seguinte, o goleiro foi bem novamente e espalmou chute de Douglas. Nos 15 minutos que se seguiram até o intervalo, as duas equipes pouco criaram.

Na segunda etapa, o Caxias voltou com outra postura em campo, procurando espaços e buscando o ataque. Aos seis, Edson Borges apareceu em cobrança de escanteio para cabecear com perigo, à direita do gol.

Aos nove, Márcio Goiano cruzou, Jean ajeitou e a bola tocou em Kannemann. O árbitro viu toque na mão do argentino e assinalou pênalti. Na cobrança, Gilmar mandou no canto esquerdo, Grohe pulou no direito e o Caxias saiu na frente.

Com a desvantagem no placar, o técnico Renato Gaúcho promoveu a entrada de Jael no lugar de Pedro Rocha. No entanto, o Caxias é que conseguiu marcar mais um gol. Reis cruzou na medida e Gilmar subiu para cabecear para as redes: 2 a 0, aos 16 minutos do segundo tempo.

Mesmo após os dois gols, o Caxias não recuou e quase ampliou em algumas oportunidades. Aos 22, Edson Borges ganhou de Geromel novamente no alto, mas mandou por cima do gol. Dez minutos mais tarde, Wagner bateu falta com perigo. No lance seguinte, Thiago Machado obrigou Grohe a fazer boa defesa.

Nos dez minutos finais, os donos da casa passaram a administrar o resultado, e o Grêmio conseguiu descontar aos 48 minutos. Miller Bolaños, que havia entrado no lugar de Jaílson aos 40, tentou passe pela meia esquerda, a zaga se atrapalhou para afastar e o próprio equatoriano pegou um chute forte para selar o marcador.

Derrotado, o Grêmio vai buscar a reabilitação no Campeonato Gaúcho no próximo domingo, quando receberá o Passo Fundo no seu estádio.

Mais conteúdo sobre:
Grêmio futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.