CBF adia anúncio do técnico da seleção

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai adiar por mais alguns dias o anúncio do técnico que será convidado para dirigir a seleção brasileira no amistoso de 20 de novembro, contra a Coréia do Sul. Não há nenhuma possibilidade de o treinador desse jogo ser indicado para suceder Luiz Felipe Scolari. O mais provável é que a cúpula da CBF faça uma homenagem a um grande treinador. O nome de Zagallo é o mais cotado. Dirigentes da CBF admitiram dias atrás que o técnico da seleção no amistoso poderia continuar o trabalho comandando a seleção pré-olímpica. Mas essa idéia não ganhou força. Os indícios de que Zagallo será o escolhido para a viagem à Coréia do Sul ficaram mais fortes nesta quinta-feira, quando o ex-campeão do mundo aceitou fazer parte do grupo que seguirá com a diretoria da CBF para a Espanha, a fim de participar da cerimônia de entrega do maior prêmio do esporte mundial, o Príncipe das Astúrias, dia 25 deste mês, em Oviedo. Zagallo representará o capitão da seleção no Mundial de 1962, Mauro, que morreu recentemente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.