Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

CBF afasta e promoverá reciclagem com assistente que anulou gol de Jô

Pablo Almeida da Costa cometeu erro ao invalidar por impedimento lance legítimo do Corinthians no jogo com o Flamengo

O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2017 | 21h20

A comissão de arbitragem da CBF decidiu nesta segunda-feira afastar Pablo Almeida da Costa, assistente que anulou equivocadamente um gol do Corinthians no empate em 1 a 1 contra o Flamengo, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, em Itaquera. A entidade avaliou que por ter cometido um erro crasso no lance, ele precisará passar por um processo de reciclagem antes de voltar a trabalhar em partidas.

No primeiro tempo, quando a partida ainda estava empatada sem gols, o assistente assinalou que Jô estava em posição irregular ao concluir a gol cruzamento recebido da direita, por Maycon. Mas como o atacante estava cerca de três metros atrás da linha da bola, o lance foi legal e gerou a irritação dos corintianos.

No processo de reciclagem, o assistente passará por treinamentos específicos de posicionamento, análise de regras, revisão de vídeos, acompanhamento psicológico e avaliações físicas e técnicas. Ao fim do processo, ele retomará os trabalhos em partidas de menor expressão, como na Série B, por exemplo.

O assistente do árbitro Ricardo Marques Ribeiro será substituído por outro integrante mineiro enquanto estiver no processo de reciclagem. Neste ano ele será o segundo bandeirinha a ser afastado por erro. O primeiro foi Márcio Eustáquio, que assinalou um impedimento inexistente na vitória por 1 a 0 do Inter sobre o Luverdense, no Beira-Rio, pela Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.