CBF altera forma de disputa das Séries C e D

Entidade afirma que a crise financeira mundial é a responsável pelas mudanças nas competições nacionais

Agencia Estado

17 de março de 2009 | 20h35

A CBF anunciou nesta terça-feira a alteração da forma disputa das Séries C e D do Campeonato Brasileiro. A entidade afirma, em nota oficial, que a crise financeira é a responsável pelas mudanças nas competições nacionais.

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A primeira fase da Série C, que começará a ser disputada em 24 de maio, terá quatro grupos de cinco clubes cada - inicialmente, seriam dois de dez equipes. Os dois primeiros colocados de cada chave se classificam para as quartas-de-final. Os vencedores destes confrontos se garantem na Série B de 2010 e duelarão em semifinais e finais para definir o campeão da Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro.

As chaves da Série C já estão definidas. O Grupo A terá Rio Branco-AC, Sampaio Corrêa-MA, Luverdense-MT, Águia de Marabá-PA e Paysandu-PA O Grupo B será disputado por ASA-AL, CRB-AL, Confiança-SE, Icasa-CE e Salgueiro-PE. O Grupo C será formado por Gama-DF, América-MG, Mixto-MT, Ituiutaba-MG, Guaratinguetá-SP. O Grupo D será composto por Marília-SP, Marcílio Dias-SC, Criciúma-SC, Brasil-RS e Caxias-RS.

A Série D começará a ser disputada no dia 5 de julho. Serão dez grupos de quatro clubes cada, ao invés de oito grupos de cinco, definidos regionalmente. Os dois primeiros de cada chave se classificam para disputas eliminatórias até a definição do título. Os semifinalistas garantem o acesso para a Série C.

A CBF anunciou que deve detalhar o regulamento das duas competições nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.