Divulgação/CBF
Divulgação/CBF

CBF anuncia doação de 27 ambulâncias a hospitais públicos em jogos do Brasileirão

Entidade que administra o futebol no País decidiu doar um veículo para cada Estado, além do Distrito Federal

Redação, Estadão Conteúdo

23 de novembro de 2020 | 08h51

Como forma de homenagear os profissionais de saúde de todo o País que têm se destacado pelo trabalho duro e a dedicação na linha de frente do combate ao novo coronavírus, a CBF criou o Programa Craques da Saúde, que doará ambulâncias para unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). A ação começou a ser realizada neste domingo na partida entre São Paulo e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro.

Ao todo, a Confederação Brasileira de Futebol doará 27 ambulâncias para hospitais públicos de todas as unidades federativas do Brasil. Os veículos serão entregues aos hospitais do SUS que mais recuperaram pacientes da covid-19 em cada Estado, conforme dados repassados pelas autoridades de saúde locais.

"Com esse gesto, queremos colaborar com os profissionais de saúde, que dedicam suas vidas a salvar outras vidas. É um auxílio da CBF e do futebol brasileiro para ajudar o País a superar este momento muito difícil de pandemia", destacou o presidente Rogério Caboclo. A entrega simbólica das chaves será realizada ao longo de quatro meses, até o término da competição, em fevereiro de 2021. O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, indicado pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, foi o primeiro a receber uma ambulância.

As ações serão realizadas sempre em jogos do Brasileirão e, para os Estados que não recebem partidas da competição, a entrega será em uma região próxima, pensando em uma logística simples de deslocamento. O Brasileirão vive atualmente uma onda de jogadores infectados pela covid-19, com mais de 50 casos nas duas últimas semanas. A entidade não sinaliza com a possibilidade de parar a disputa. Também não tem a intenção de voltar com o público nos estádios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.