Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Tite convocará seleção dia 24 para mais três jogos das Eliminatórias e terá atletas da Inglaterra

Após acordo costurado com o governo britânico, treinador voltará a contar com os jogadores que atuam no Campeonato Inglês para as partidas contra Venezuela, Colômbia e Uruguai

Redação, Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2021 | 11h56

Líder das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que será no Catar, com oito vitórias em oito jogos disputados, a seleção brasileira voltará a se reunir em outubro para mais três rodadas seguidas. Os adversários serão Venezuela (dia 7), Colômbia (10) e Uruguai (14), em Caracas, Barranquilla e Manaus, respectivamente. O técnico Tite divulgará a lista de convocados para os confrontos no próximo dia 24, uma sexta-feira, às 11 horas.

A expectativa, antes, era de que a divulgação fosse realizada nesta sexta-feira - data limite para envio da lista para a Fifa. Desta forma, Tite definirá os nomes ainda nesta semana, respeitando o prazo para a relação dos convocados. Porém, a confirmação dos atletas para imprensa e torcedores só ocorrerá uma semana depois.

Após acordo costurado com o governo britânico, costurado pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) e pela Fifa, Tite voltará a contar com os jogadores que atuam no Campeonato Inglês, o que não aconteceu no último chamado. Portanto, nomes como os de Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City), Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United) e Raphinha (Leeds United) poderão reaparecer na convocação.

Jogando duas partidas como visitante e novamente com um cenário de três jogos em 11 dias, a seleção brasileira terá uma programação diferenciada para o período. A apresentação da comissão técnica e dos atletas terá início no dia 4 de outubro, uma segunda-feira, em Bogotá. Na capital colombiana, Tite fará os três primeiros treinos da equipe. A viagem para a Venezuela será na véspera do confronto.

Brasil e Venezuela se enfrentam no dia 7, uma quinta-feira, com horário ainda indefinido. Após o jogo, a delegação retornará ao hotel. No dia seguinte haverá treino e a volta da equipe para a Colômbia, mais precisamente para Barranquilla, sede do jogo contra os colombianos no dia 10, um domingo, também sem horário definido.

A seleção chegará a Manaus na madrugada de segunda-feira, dia 11. Serão três treinos na capital amazonense até o clássico com o Uruguai na quinta-feira, dia 14, às 21h30 (de Brasília), na Arena Amazônia.

FIFA

A Fifa ainda não definiu o que pretende fazer com a partida adiada aos 5 minutos entre Brasil e Argentina, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu a paralização do jogo porque o time de Messi se valia em campo de três jogadores que não podiam estar ali por causa da quarentena da covid-19. A parada causou muita polêmica. Representantes da Anvisa disseram que os jogadores em questão mentiram em seus formulários para entrar no Brasil, uma vez que eles vieram da Inglaterra e tinham de cumprir 14 dias de isolamento, o que não aconteceu. A Fifa ficou de analisar as informações e tomar uma decisão. Ela tem três caminhos: marcar outra data para o jogo no Brasil, dar a vitória para a seleção brasileira ou entender que os argentinos devem ter os três pontos válidos da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.