ANDRÉ YANCKOUS/AGIF
ANDRÉ YANCKOUS/AGIF

CBF atende pedido do Corinthians e adia jogo contra o Vasco

Quatro jogadores do alvinegro estarão com a seleção brasileira

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

05 de novembro de 2015 | 20h20

A CBF atendeu ao pedido do Corinthians e adiou o jogo contra o Vasco pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro do dia 18 para o dia 19, às 22 horas. O clube paulista fez a solicitação de adiamento da partida porque no dia 17 quatro jogadores da equipe defenderão a seleção brasileira diante do Peru, em Salvador, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Dependendo dos resultados do fim de semana, o Corinthians pode ser hexacampeão brasileiro contra o Vasco. O time lidera o campeonato com 73 pontos, 11 a mais do que o Atlético-MG, segundo colocado.

O local do jogo entre Corinthians e Vasco, no entanto, ainda está indefinido. O estádio do Maracanã estará reservado desde o dia 16 para um show da banda Pearl Jam, que será realizado no dia 22. A intenção do clube carioca é levar o jogo para São Januário.

A CBF também alterou a data do duelo entre Santos e Flamengo. O jogo seria no dia 18 e passou para o dia 19, às 22 horas, na Vila Belmiro.

No informe de modificação da tabela, a CBF justifica a mudança dos jogos "em caráter excepcional, tendo viabilidade logística e de grade de televisão, proporcionar maior intervalo com a partida da seleção brasileira, que enfrenta o Peru, em Salvador/BA, no dia 17/11, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, por conta da cessão de atletas pelo Sport Club Corinthians Paulista e Santos Futebol Clube para a seleção".

Para atender a grade de programação da TV Globo, emissora detentora dos direitos de transmissão do campeonato, a CBF também mudou a data de São Paulo x Atlético-MG do dia 18 para o dia 19. Continua mantido o horário das 22h.

A partida entre Cruzeiro e Sport foi antecipada do dia 18 para o dia 15. O Mineirão vai receber um show do Pearl Jam no dia 20.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.