CBF avisa que não libera Adriano

Apesar de Adriano ter declarado ao site oficial da Inter de Milão que queria dispensa da seleção brasileira, a CBF garantiu que não recebeu nenhum pedido do jogador. E também revelou que não irá liberá-lo dos dois amistosos que o Brasil fará em novembro, nos dias 12 e 15, nos Emirados Árabes e no Kuwait.Segundo o comunicado oficial da CBF, Adriano só foi convocado pelo técnico Carlos Alberto Parreira porque conversou com o médico José Luís Runco e disse estar recuperado da lesão no ombro. Essa contusão é o motivo apresentado pelo jogador, em entrevista dada neste domingo, na Itália, para pedir a dispensa.?Conversei com o Adriano, antes da convocação, e e ele me garantiu que estava tudo bem e que por isso estava à disposição da seleção brasileira para participar dos amistosos?, revelou o médico José Luís Runco.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2005 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.