CBF confirma que troféu do Brasileirão será do São Paulo

Flamengo questiona decisão da CBF, que não reconhece título da Copa União de 1987 do time carioca

Bruno Lousada, do Estadão

31 de outubro de 2007 | 20h50

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai entregar ao São Paulo o troféu criado no começo da década de 70, cujo regulamento na época previa que fosse destinado em definitivo ao primeiro clube cinco vezes campeão brasileiro ou tricampeão de forma consecutiva - a entidade, por meio de assessoria, avisou que ainda não definiu quando fará isso. O Flamengo queria receber essa taça por considerar que se sagrou pentacampeão nacional em 1992. No entanto, a CBF não reconhece o clube da Gávea como vencedor da Copa União de 1987, equivalente ao Brasileiro. Veja também: Conheça os campeões e relembre a campanha Ouça os gols de Hernanes, Miranda e Dagoberto Imagens da festa do título no Morumbi Quem é o destaque do bicampeonato do São Paulo? A vitória do São Paulo sobre o América que valeu o títuloO troféu, repleto de bolinhas prateadas, era entregue aos campeões nacionais de maneira transitória até 1992, temporada na qual o Flamengo festejou seu último título brasileiro. A partir daí, a CBF guardou objeto mais cobiçado pelas equipes na Caixa Econômica Federal e criou outra taça para premiar o clube vencedor do Nacional.  A diretoria do Flamengo classifica como encerrada a discussão sobre o título de 1987. Na época, Vasco, Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Santos, Fluminense, Botafogo, Atlético Mineiro, Cruzeiro, Inter, Grêmio e Bahia fundaram o Clube dos 13 e organizaram a Copa União, sob autorização forçada da CBF, temerosa quanto à uma punição da Fifa.  O novo torneio foi dividido em quatro módulos, entre os quais o módulo verde referia-se à Primeira Divisão, e o módulo amarelo, à Segunda Divisão. Campeão da divisão de elite, o Flamengo acusou a CBF de alterar o regulamento durante a competição e, sob esse argumento, negou-se a jogar um quadrangular final entre os dois primeiros colocados dos módulos verde (Flamengo e Internacional) e amarelo (Sport e Guarani).  Assim, a CBF declarou o Sport campeão nacional e o Guarani, vice. Os dois times foram indicados pela entidade para representar o País na Copa Libertadores da América de 1988. O Clube dos 13, no entanto, reconhece o Flamengo como o grande vencedor da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.