Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

CBF decide extinguir jogos das 11h da manhã neste Brasileirão

Medida vem após partidas no horário registrarem forte calor

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2015 | 18h05

Apesar de considerar "um tremendo sucesso", a CBF decidiu terminar com as partidas das 11 horas da manhã neste Campeonato Brasileiro. A decisão foi tomada na tarde desta quarta-feira, após reunião de três horas que contou com a presença da diretoria de competições e especialistas em medicina esportiva. A outra novidade é que a CBF promete a inclusão de novos horários alternativos ainda neste Brasileirão.

Os últimos quatro jogos às 11h da manhã serão realizados no próximo domingo, quando o Flamengo recebe o Joinville e o Avaí encara o Vasco, e no dia 18, com Ponte Preta x Coritiba e São Paulo x Vasco.

A CBF também anunciou que novos horários serão testados ainda neste Brasileirão, mas não revelou quais serão as alternativas. É provável que a tabela completa seja divulgada nesta quinta. Certo, porém, é que as partidas marcadas para às 16h e às 18h30 no fim de semana começarão uma hora mais tarde quando começar o horário de verão, medida já tomada em outros anos.

Bem aceito pelas torcidas - a média de público é superior a 25 mil pessoas -, os jogos às 11h da manhã passaram a receber uma enxurrada de críticas de técnicos e jogadores nos últimos meses. O calor excessivo, especialmente nas últimas semanas, foi o principal argumento.

"Eu pensava que poderia cair em campo", disse o lateral-direito Lucas, do Palmeiras, após o jogo com o Flamengo, em agosto. Já o técnico Tite, do Corinthians, chegou a afirmar que era "um crime" realizar jogos no meio de semana e depois às 11h de domingo.

Outra reclamação recorrente dos clubes foi quanto à quantidade de partidas às 11h da manhã a que os clubes foram submetidos. Enquanto a Ponte Preta e o Joinville atuaram seis vezes no Brasileiro nesse horário (chegarão a sete jogos nas próximas rodadas), Fluminense e Atlético Mineiro precisaram fazer apenas uma partida pela manhã.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCBF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.