Divulgação/Atlético-MG
Divulgação/Atlético-MG

Dirigentes exigem de Del Nero mudanças no comando da arbitragem

Tema será abordado na reunião da Comissão Nacional de Clubes

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2015 | 10h47

Dirigentes vão aproveitar reunião da Comissão Nacional de Clubes, nesta quinta-feira, na sede da CBF, no Rio, para exigir do presidente Marco Polo Del Nero mudanças no comando do Departamento de Arbitragem. Oficialmente a pauta do encontro é a aprovação do regimento interno da comissão, instituída no dia 11 de junho, mas a discussão do texto ficará em segundo plano.

O presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, já avisou que levará a Del Nero um pedido formal para a saída de Sérgio Corrêa do cargo de presidente da Comissão de Arbitragem. O dirigente garante ter o apoio de outros clubes.

Já o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, cobrará mudanças na Escola Nacional de Arbitragem de Futebol. "Tivemos recentemente em uma partida nossa um quinto árbitro que não sabia nem o protocolo do jogo, e temos prova. Está muito claro que falta capacitação. A arbitragem brasileira está extremamente deficitária", reclamou. 

Romildo, inclusive, está liderando um movimento entre os clubes descontentes com os erros dos árbitros no Campeonato Brasileiro. "Estou aconselhando todos aqueles que se sentirem prejudicados pela arbitragem a reclamar, formalizar, colocar tudo no papel e cobrar", disse. 

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, também participará da reunião da Comissão Nacional dos Clubes e, ao contrário dos outros dirigentes, promete atacar as insinuações de que há um esquema montado pela arbitragem para beneficiar a sua equipe, líder do campeonato. O corintiano, inclusive, trata o assunto com ironia. 

"Só falta agora quererem dizer que nós mandamos adiar o jogo do Joinville só para sermos beneficiados no domingo", disse Andrade em referência ao próximo adversário do Corinthians no Itaquerão, que, devido a atrasos causados por cancelamento de voo, teve a sua partida contra a Chapecoense transferida de quarta-feira para esta quinta-feira.

Fazem parte da Comissão Nacional de Clubes: Daniel Nepomuceno (Atlético Mineiro), Roberto de Andrade (Corinthians), Romildo Bolzan Junior (Grêmio), Peter Siemsen (Fluminense), Mario Celso Petraglia (Atlético Paranaense), Mauricio Sampaio (Atlético Goianiense), Rogério Marinho (ABC de Natal), Bruno Euclides (ASA de Arapiraca) e Mario Jorge Taveira Cortez (Nacional Futebol Clube).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.