CBF descarta Rio e SP para receber treinos da seleção

A seleção brasileira de futebol não vai fazer sua preparação para a Copa das Confederações, em 2013, nem no Rio, nem em São Paulo. O presidente da CBF, José Maria Marin, antecipou nesta sexta-feira, na sede da entidade, que quer aproveitar a ocasião para promover um outro centro regional.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 20h46

"Ainda não temos nada definido. Estamos analisando. Mas quero fugir de Rio e São Paulo. A ideia é valorizar outras regiões", disse Marin.

Na ausência de um centro de treinamento para a seleção, que se tornou inviável depois de impasse com relação a um terreno adquirido pelo ex-presidente Ricardo Teixeira, na Barra da Tijuca, no Rio, Marin aproveita a ocasião para prestigiar outros estados e agradar dirigentes de outras federações.

A CBF comprou recentemente uma sede própria por R$ 70 milhões, também na Barra, para substituir a atual, que é alugada. Lá será construído um museu sobre as conquistas do futebol brasileiro. Quanto à construção do centro de treinamento fixo da seleção, Marin disse que não tem pressa para resolver a questão. "O primeiro problema foi resolvido, que era a sede". E evitou descartar ou garantir que o CT esteja pronto a tempo da Copa do Mundo de 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.