CBF divulga tabelas das Séries A e C

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta as tabelas da Primeira e Terceira Divisões do Campeonato Brasileiro. As datas dos jogos da Série A estão mantidas e somente os horários de algumas partidas foram alterados a pedido da emissora que detém os direitos de televisionamento da competição. A primeira rodada começa no dia 10 de agosto, sábado, com cinco jogos: São Paulo x Paysandu, no Morumbi; Paraná x São Caetano, em Curitiba; Goiás x Portuguesa, no Serra Dourada; Santos x Botafogo, na Vila Belmiro; e Vasco x Figueirense, no Rio.O Palmeiras estréia no dia seguinte contra o Grêmio, no Parque Antártica, e o Corinthians vai a Minas Gerais para jogar com o Atlético. Ainda no domingo, dia 11, haverá mais duas partidas envolvendo clubes de São Paulo: Guarani x Atlético-PR, em Campinas, e Juventude x Ponte Preta, em Caxias do Sul. Completam a rodada no domingo: Fluminense x Cruzeiro, no Maracanã; Internacional x Flamengo, no Beira Rio; Coritiba x Vitória, no Couto Pereira e Bahia x Gama, na Fonte Nova.O Figueirense, garantido na Primeira Divisão com o fim da guerra de liminares na Justiça Comum, perdeu o mando de campo dos seus dois primeiros jogos na competição por causa da invasão dos torcedores na fase final da Série B, contra o Caxias, no dia 22 de dezembro de 2001. Na ocasião, faltavam dois minutos para o término da partida quando o árbitro Alfredo dos Santos Loebeling encerrou o jogo.Série C - Série C - Em relação à Série C, que começa no dia 24 de agosto, a CBF divulgou também a forma de disputa, com 65 clubes, dois deles, porém desistiram da disputa: CSA e Serra-ES. Os outros estarão divididos em 16 grupos com quatro times cada, excetuando-se apenas um, que contará com cinco clubes. Todos jogam entre si no grupo em turno e returno, classificando-se 32 equipes - os dois melhores de cada grupo - para a segunda fase.Na segunda fase, os 32 clubes serão divididos em 16 novos grupos com dois cada, onde os times se enfrentaram em jogos de ida e volta. O vencedor passa para a etapa seguinte. O processo se repetirá até a 5ª fase, quando os quatro melhores clubes se enfrentarão em uma chave única em sistema de turno e returno.O critério de desempate na primeira e quinta fase serão: maior número de vitórias, saldo de gols, números de gols a favor,confronto direto (no caso de duas equipes) e sorteio. Já nas 2ª, 3ª e 4ª fases, o desempate será saldo de gols e, depois, pênaltis.Confira os Grupos: Grupo 1 - Andirá-AC; Ji-Paraná-RO; Rio Negro-AM; Nacional-AM e Atlético-RR; Grupo 2 - Ypiranga-AP; Águia Marabá-PA; Tuna Luso-PA e Tocantinópolis-TO; Grupo 3 - Tocantins-MA; Imperatriz-MA; Viana-MA e Santa Inês-MA;Grupo 4 - Moto Clube-MA; Maranhão-MA; River-PI e Ferroviário-CE; Grupo 5 - ABC-RN; Botafogo-PB; Treze-PB e Central-PE;Grupo 6 - Corinthians-AL; CSA-AL; Confiança-SE e Sergipe-SE; Grupo 7 - Itabaiana-SE; Palmeiras-BA; Fluminense-BA e ColoColo-BA; Grupo 8 - Desportiva-ES; Rio Branco-ES; Ipatinga-MG e Tupi-MG; Grupo 9 - CFZ-DF; Brasiliense-DF; Anápolis-GO eInhumense-GO; Grupo 10 - Novo Horizonte-GO; CENE-MS; Comercial-MS e União-MS; Grupo 11 - Atlético-GO; Goiânia-GO;Uberlândia-MG e Villa Nova-MG; Grupo 12 - Bangu-RJ; Volta Redonda-RJ; Olaria-RJ e América-RJ; Grupo 13 - Ituano-SP; Atlético Sorocaba-SP; Comercial-SP e Inter de Limeira-SP; Grupo 14 - Rio Branco-SP; Santo André-SP; Ferroviária-SP e Marília-SP; Grupo 15 - União Bandeirante-PR; Maringá-PR; Ponta Grossa-PR e Iraty-PR.Grupo 16 - Tubarão-SC; Ulbra-RS; São Gabriel-RS e Brasil-RS.As equipes que foram rebaixadas para a Série C e as que foram campeãs estaduais ou indicadas pelas federações receberão uma ajuda de custos da CBF durante a competição. O Ituano é um dos times beneficiados.Confusão - A Segunda Divisão do Brasileiro ainda não está definida. Na próxima semana, representantes de clubes se encontrarão com o presidente em exercício da CBF, Sebastião Bastos, a fim de pedir ajuda financeira que viabilize a participação no campeonato. A entidade deve liberar R$ 3 mil por rodada para que cada clube pague passagens e hospedagens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.