Luis Acosta/ AFP
Luis Acosta/ AFP

CBF entra com recurso para ter Neymar nas Eliminatórias

Atacante precisa cumprir 2 jogos por expulsão na Copa América

Jamil Chade, correspondente na Suíça, O Estado de S. Paulo

22 de julho de 2015 | 19h06

A CBF entrou na última terça-feira com um recurso na Fifa para tentar garantir que o jogador Neymar possa atuar pela seleção brasileira nos dois primeiros jogos das Eliminatórias para o Mundial de 2018. Uma decisão está sendo aguardada para agosto.

Neymar foi expulso na Copa América no jogo contra a Colômbia. Ele foi punido com quatro jogos de suspensão, cumprindo o primeiro contra a Venezuela e, em seguida, contra o Paraguai. Mas o Brasil acabou eliminado e ficaram sobrando mais duas partidas para Neymar cumprir suspensão.

Inicialmente, a Conmebol indicou que o jogador cumpriria a suspensão na Copa América de 2016, caso jogue. Mas a Fifa interviu e ordenou que a suspensão fosse aplicada na competição oficial que se seguisse à Copa América. Ou seja, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. 

A Fifa, semanas depois, acabou confirmando a punição. Mas, ontem, a CBF apresentou um recurso, alegando que o estatuto da Conmebol exige que a punição seja válida apenas na próxima Copa América. 

A meta da entidade de Marco Polo Del Nero é de não perder o principal jogador do país, no que promete ser a Eliminatória mais disputada em décadas na América do Sul. Quatro seleções se classificarão automaticamente para o Mundial de 2018 e uma quinta disputará uma repescagem. 

Mas com Argentina, Uruguai, Colômbia, Chile, Paraguai e Peru em condições de disputar uma vaga, o Brasil já prevê que terá de entrar com força total a cada partida. 

No sábado, a Fifa realiza o sorteio das Eliminatórias, em um evento em São Peterburgo. O treinador Dunga e o diretor de seleções, Gilmar Rinaldi, já desembarcaram hoje no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.