CBF explica exclusão de clubes

Apesar de ter sido vice-campeão brasileiro no ano passado, o São Caetano ficará fora do campeonato brasileiro deste ano. O mesmo acontecerá com o Juventude, de Caxias do Sul (RS). No lugar do clube paulista, que está disputando a Copa Libertadores da América, entrará o América Mineiro. A equipe mineira foi convidada pelo Clube dos 13 e ocupará a última vaga da competição, que terá este ano a participação de 26 clubes.A exclusão da equipe do São Caetano do campeonato de 2001 foi decidida na última segunda-feira, em Porto Alegre (RS), na reunião do Clube dos 13, e confirmada nesta terça-feira pelo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira. Com essa decisão, São Caetano e o Juventude - que pleiteavam a 26ª vaga da competição - terão de disputar a Segunda Divisão.Segundo Teixeira, a exclusão dos dois clubes teria o objetivo de evitar, no decorrer do campeonato, ações judiciais que viessem a comprometer o certame. "A não-inclusão do São Caetano é uma dessas razões", disse o presidente da CBF. Ele explicou que, se por acaso o clube paulista tivesse sido incluído na competição, a CBF e o Clube dos 13 estariam abrindo precedentes para outras equipes, como o Remo (PA) e o Malutrom (PR), ingressarem na Justiça exigindo a participação na Primeira Divisão do campeonato deste ano.Na Copa João Havelange, no ano passado, o Remo e o Malutrom disputaram o Módulo Azul, o que seria equivalente à Primeira Divisão da competição deste ano. Já a equipe do Gama, de Brasília, incluída na tabela do campeonato de 2001, suspendeu duas vezes, por meio de ações judiciais, a realização da copa até entrar para a Primeira Divisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.