Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

CBF libera Talles Magno e Reinier da seleção sub-17 e ajuda Flamengo e Vasco

Dupla foi autorizada a disputar os jogos de seus clubes entre os dias 9 e 13 de outubro

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2019 | 18h27

A CBF anunciou nesta sexta-feira, por meio de um comunicado nas suas reses sociais, que os jogadores Talles Magno, do Vasco, e Reinier, do Flamengo, convocados para a seleção brasileira sub-17, estão autorizados a disputar os jogos de seus clubes entre os dias 9 e 13 de outubro, período em que serão realizadas a 24ª e a 25ª rodadas do Brasileirão.

Os atletas vão se apresentar com todos os convocados pelo técnico Guilherme Dalla Déa, no dia 7, e depois voltarão em definitivo no dia 14. O Mundial Sub-17, que ocorrerá no Brasil entre os dias 26 de outubro e 17 de novembro.

Com isso, Talles vai poder reforçar o time de Vanderlei Luxemburgo contra Avaí, fora de casa, e Fortaleza, em São Januário, enquanto Reinier estará à disposição de Jorge Jesus para os duelos com Atlético-MG, no Maracanã, e Athletico-PR, em Curitiba.

"Vamos disputar a Copa do Mundo Sub-17 com o que temos de melhor, conforme diretriz estabelecida entre a diretoria da CBF e as comissões técnicas", disse o coordenador das seleções de base da entidade, Branco. "Com jogadores felizes em vestir a camisa da seleção brasileira e clubes orgulhosos pela convocação dos seus atletas", completou.

O discurso do ex-lateral-esquerdo da seleção brasileira foi diferente do que ele proferiu em 20 de setembro, data da convocação para o Mundial. "Eles (Talles e Reinier) vão se apresentar no dia 7 junto com todo o grupo. Não seria justo com o restante do grupo e prejudicaria nosso trabalho. Não tenho dúvida de que todos estarão no dia 7. O grupo inteiro", disse Branco, na ocasião.

A CBF liberou Talles Magno e Reinier depois de Flamengo e Vasco ameaçarem recorrer à Justiça esportiva para conseguir a dispensa dos atletas. O Fluminense, por sua vez, informou anteriormente que pediria à entidade a liberação do lateral-esquerdo Caio Henrique e do volante Allan, chamados pelo técnico André Jardine para defender a seleção brasileira olímpica em amistosos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.