CBF libera treino para torcedores

Preocupada com o relacionamento entre equipe e torcida e com a repercussão negativa causada na segunda e nesta terça-feira pela matéria da Agência Estado, que revelou a insatisfação dos torcedores com a proibição de entrar para assistir aos treinos, a direção da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com a concordância da comissão técnica, mudou de idéia e permitiu que cerca de 500 pessoas que estavam aguardando no portão da concentração entrassem.Embora já estivessem analisando a possibilidade de mudança de idéia desde o período da manhã, somente às 16h30, quando os atletas já estavam treinando, a decisão foi tomada. Um dos motivos foi os constantes gritos de protestos dos torcedores, como "Peru! Peru!", em alusão ao adversário desta quarta-feira, e "timinho", referindo-se à seleção brasileira, que obrigaram a presença de viaturas da Polícia Militar no local. "Até que enfim eles tiveram bom senso. Mas se não fossem vocês da imprensa duvido que eles teriam dado atenção para a gente", afirmou o ajudante-geral Antonio Clemente dos Santos.Véspera - Na segunda-feira, os mais de 200 torcedores que esperavam ver os jogadores da seleção e terminaram barrados haviam elegido Leão como o grande vilão. Os mais exaltados criticavam a arrogância do treinador, que insistia em manter o elenco isolado do público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.