Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

CBF não muda clássico Corinthians x São Paulo, e PM aumentará policiamento

PM havia pedido mudança da data de clássico entre Corinthians e São Paulo, mas partida acontecerá no domingo, às 19h, em Itaquera

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2019 | 18h10

A Polícia Militar recebeu nesta terça-feira um documento avisando que o clássico entre Corinthians e São Paulo está mantido para domingo, às 19h, em Itaquera. A PM havia pedido ao Ministério Público a mudança de data por conta de possíveis encontros de torcedores corintianos com santistas. Isso porque o Santos receberá o Internacional, domingo, às 16h, na Vila Belmiro.

A PM entende que há risco de confronto porque a sede da Torcida Jovem, principal organizada do Santos, fica na Zona Leste, mesma região da Arena Corinthians. Há o temor de haver conflitos nas estações de transportes públicos.

Sem ser atendida, a PM aumentará o efetivo de Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas). A ideia é monitorar o trajeto dos torcedores e evitar possíveis encontros. 

"Alertamos, porque existe uma grande possibilidade. Vamos aumentar o efetivo de policiais com motocicletas justamente para ficarem atentos aos trajetos. Mas existe uma grande possibilidade de conflitos", afirmou o Major Ricardo Xavier, responsável pela segurança nos estádios de futebol.

Originalmente, o clássico entre Corinthians e São Paulo seria disputado no sábado. Mas o sorteio da segunda fase da Sul-Americana, realizado na última semana, definiu que a equipe alvinegra jogará nesta quinta-feira contra o Deportivo Lara em Itaquera. Sem tempo hábil para descansar seus atletas, o clube do Parque São Jorge pediu, e a CBF acatou a mudança da data para domingo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.