Fifa TV
Fifa TV

CBF pode entrar com representação na Fifa contra erros da arbitragem

Revolta da entidade é contra a não marcação de falta do meia Zuber no zagueiro Miranda, no lance do gol da Suíça

Almir Leite e Jamil Chade, enviados especiais / Sochi, O Estado de S.Paulo

18 Junho 2018 | 10h46

A CBF vai se pronunciar nas próximas horas sobre a polêmica arbitragem do mexicano Cesar Ramos e pode até fazer uma representação na Fifa. A revolta é contra a não marcação de falta do meia Zuber no zagueiro Miranda, no lance do gol da Suíça no empate por 1 a 1 com a seleção brasileira, domingo, em Rostov, pelo Grupo E da Copa do Mundo. A indignação também é com a Fifa, que avaliou como boa a atuação de Ramos.

+ Fifa diz estar satisfeita com decisões tomadas pelos árbitros no jogo do Brasil

Miranda afirma que sofreu falta no lance do gol da Suíça

Tite vê falta em Miranda, mas 'segura' reclamações

Uma reunião ocorre neste momento na Rússia para definir qual atitude tomar. A princípio, o Brasil iria aceitar normalmente o erro cometido pelo mexicano, como fato que poderia ocorrer em uma partida de futebol. Mas a decisão da Fifa em avalizar o desempenho da arbitragem pode mudar o quadro.

 

Os brasileiros também reclamaram de um pênalti em Gabriel Jesus, que teria sido puxado por um zagueiro dentro da área, no segundo tempo. Mas o próprio técnico Tite entendeu ser sido este um lance interpretativo.

A cúpula da CBF e mesmo a comissão técnica da seleção sentiram-se desconfortáveis pelo fato de  os responsáveis pelo sistema de árbitro de vídeo terem instruído César Ramos a validar o gol de Zuber, por entender que o lance foi legal, apesar de as imagens mostrarem claramente o suíço empurrando o brasileiro. E com o anúncio pela Fifa de que o gol foi legal, passou-se a cogitar uma reclamação formal na Fifa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.