Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

CBF promete amistosos do Brasil contra seleções europeias ainda neste ano

Intuito é preparar o time do técnico Tite ao estilo de jogo de adversários de outros continentes

Almir Leite, Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

03 de março de 2017 | 15h30

A seleção brasileira vai enfrentar países europeus em amistosos neste ano para adquirir experiências em enfrentar estilos de jogos diferentes para se preparar para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. A promessa foi feita pelo coordenador de seleções da CBF, Edu Gaspar, nesta sexta-feira, durante a convocação para as duas próximas partidas das Eliminatórias. A entidade quer anunciar em breve quem serão os adversários.

Desde março de 2015, quando bateu a França em amistoso por 3 a 1 em Paris, o Brasil não enfrenta equipes europeias. Neste intervalo de dois anos a seleção fracassou em duas edições de Copa América, teve atuações ruins nas Eliminatórias e trocou de técnico, com a saída de Dunga. Nas últimas seis rodadas, já sob o comando do técnico Tite, ganhou todas as partidas e assumiu a liderança da competição.

"Temos a ideia de enfrentar grandes seleções europeias, para ter essa experiência. Já temos bastante bagagem de encontros com seleções da América do Sul, então nossa ideia futura é enfrentar equipes de outros continentes", disse Edu Gaspar nesta sexta-feira. O dirigente é o responsável por fazer o planejamento de partidas da seleção brasileira e tem entrado em contato com federações internacionais para prospectar possíveis encontros.

A seleção tem dois amistosos já marcados para junho, em Melbourne, na Austrália. Um deles será contra a equipe da casa e o outro, contra a Argentina. No mesmo mês o Brasil pode aproveitar as férias do calendário europeu de campeonatos e a realização da Copa das Confederações para marcar algumas partidas. Após as partidas contra Uruguai, dia 23, em Montevidéu, e Paraguai, dia 28, em São Paulo, o compromisso seguinte pelas Eliminatórias é somente entre agosto e setembro, contra Equador e Colômbia.

A outra opção para marcar amistosos com europeus é aguardar a data Fifa em novembro, mês em que serão jogadas as repescagens para o Mundial. Provavelmente a seleção já estará classificada para a Copa e, portanto, estará dispensada desses confrontos. O Brasil lidera a competição com oito pontos de vantagem para a quinta colocada, a Argentina, a primeira equipe fora da zona de classificação direta para a Copa da Rússia.

Gaspar prometeu anunciar jogos em breve. "Já conversamos com algumas seleções. Temos coisas muito bem encaminhadas. Infelizmente não posso divulgar, porque preciso conversar mais com os dirigentes envolvidos. Nas próximas semanas já posso divulgar alguma coisa importantes para a seleção brasileira", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.