CBF quer mudar a Copa do Brasil

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estuda uma mudança significativa para a edição 2006 da Copa do Brasil. O presidente da entidade, Ricardo Teixeira, admitiu nesta terça-feira que pretende incluir na competição, os clubes que estiverem disputando a Copa Libertadores da América. Hoje, as equipes que disputam a Libertadores são impedidos de jogar a Copa do Brasil. Ricardo Teixeira diz que a mudança atende a pedidos dos próprios clubes que ficaram de fora da Copa do Brasil deste ano - casos de Santos, Atlético Paranaense, São Paulo, Palmeiras e Santo André. ?Os presidentes desses clubes reclamam muito, queriam estar participando da Libertadores e também da Copa do Brasil. Até porque seria uma segunda chance de voltar à Libertadores da América?, explica Ricardo Teixeira, no site da entidade na internet.?Já pedi ao Departamento Técnico da CBF um estudo para que possa ser viabilizada a participação na Copa do Brasil de 2006 dos clubes que se encontrarem nessa situação?, acrescentou o dirigente.Disputada desde 89, a Copa do Brasil é considerada o caminho mais fácil para a Libertadores. Em 16 edições, nove clubes foram campeões. Grêmio (1989, 1994, 1997 e 2001), Cruzeiro (1993, 1996, 2000 e 2003), Corinthians (1995 e 2002), Flamengo (1990), Criciúma (1991), Internacional (1992), Palmeiras (1998), Juventude (1999) e Santo André (2004).

Agencia Estado,

12 de abril de 2005 | 15h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.