Arquivo/AE - 13/12/1987
Arquivo/AE - 13/12/1987

CBF reconhece título brasileiro de 1987 do Flamengo

Ricardo Teixeira esclarece que decisão é coerente com linha de recomposição histórica proposta pela entidade

estadão.com.br,

21 de fevereiro de 2011 | 13h05

SÃO PAULO - Depois de muita polêmica, a CBF reconheceu o título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Flamengo, em 1987, ao lado do Sport Recife. A decisão foi anunciada após uma longa reunião nesta segunda-feira entre a presidente do clube rubro-negro, Patrícia Amorim, e o presidente da entidade, Ricardo Teixeira.

"Esse é um dia histórico para o Flamengo. Quero homenagear todos os jogadores da campanha de 87 e o técnico Carlinhos. Vocês são agora os legítimos campeões de 87, e o Flamengo tem de direito seis títulos de campeão brasileiro", disse Patrícia, ao site oficial da CBF.

A partir de agora, a entidade aponta que houve dois campeonatos brasileiros, tendo Sport e Flamengo como campeões e Guarani e Inter como vices, respectivamente.

O presidente Ricardo Teixeira esclareceu que a nova deliberação é coerente com a linha de recomposição histórica proposta pela CBF. Esse caminho teve início com o reconhecimento dos títulos do Torneio Roberto Gomes Pedrosa e da Taça Brasil (disputados entre 1959 e 1970) no fim de 2010.

Com a resolução, o Flamengo é tido oficialmente como hexacampeão brasileiro e soma as conquistas de 1980, 1982, 1983, 1987, 1992 e 2009.

Taça das Bolinhas. Na última segunda-feira, o São Paulo recebeu a Copa Brasil, popularmente conhecida como Taça das Bolinhas, ao ser considerado o primeiro time a ganhar cinco vezes o Campeonato Brasileiro. A situação parecia resolvida, mas, insatisfeito, o Flamengo entrou com um pedido de busca e apreensão do troféu na 50ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, alegando que deveria ter recebido a Taça após o título de 1992.

Mesmo com o anúncio do reconhecimento do título brasileiro 1987 do Flamengo, a Taça das Bolinhas por enquanto permanece no Morumbi.

Histórico. Em 1987, a CBF enfrentava problemas financeiros e os principais clubes do País criaram uma liga para organizar o Campeonato Brasileiro com o nome de Copa União com a presença de 16 times. Posteriormente, a CBF passou a denominar esta disputa como Módulo Verde e criou o Módulo Amarelo da Copa União com clubes que não participavam da elite do futebol nacional.

Além disso, a entidade definiu que os dois melhores times de cada módulo teriam que se enfrentar para definir o campeão brasileiro de 1987. Flamengo e Internacional, porém, se recusaram a enfrentar Sport Recife e Guarani. Assim, a CBF organizou um confronto entre o time pernambucano e o paulista. Vencedor, a equipe de Recife foi apontada como campeã brasileira, e ambas foram indicadas como representantes do País na Libertadores de 1988.

Desde então, o Flamengo tenta, sem sucesso, ter o seu título reconhecido. Em dezembro, inclusive, a polêmica causou troca de farpas entre Ricardo Teixeira e Patrícia Amorim. Agora, porém, o impasse foi resolvido com a homologação do título brasileiro de 1987 do clube carioca.

Alterado às 14h30 para acréscimo de informação.

(Com AE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.