Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

CBF retoma seleção de masters e marca jogo contra Itália com jogadores do tetra

Além de nomes como Taffarel, Cafu, Ricardo Rocha, Bebeto, entre outros, entidade confirma comando de Carlos Alberto Parreira

Redação, Estadão Conteúdo

28 de dezembro de 2019 | 11h32

A CBF anunciou neste sábado que vai retomar a seleção brasileira de masters, com craques e ídolos aposentados do futebol nacional. E, ao mesmo tempo, divulgou o primeiro jogo da equipe, agendado para 9 de janeiro, contra a Itália. O duelo pretende lembrar o tetracampeonato mundial e contará com ex-jogadores das duas seleções.

Estão confirmados no duelo, de caráter de exibição, Taffarel, Gilmar, Cafu, Jorginho, Márcio Santos, Aldair, Ricardo Rocha, Ronaldão, Branco, Mauro Silva, Dunga, Mazinho, Bebeto, Zinho, Paulo Sérgio e Viola. Segundo a CBF, outros integrantes daquele time vitorioso ainda serão confirmados nos próximos dias.

O time brasileiro será comandado por Carlos Alberto Parreira, treinador da campanha vitoriosa na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos. O jogo dos masters será disputado em Fortaleza, no Estádio Presidente Vargas, às 21h30 (de Brasília).

Pela Itália, estão garantidos no amistoso Zola, Albertini, Baresi, Apolloni, Benarrivo, Berti, Costacurta, Casiraghi, Evani, Mussi, Massaro e Tassotti. O treinador será Arrigo Sacchi, que também esteve naquela final da Copa de 1994. O time italiano terá ainda jogadores de seleções de outras épocas, como Braglia, Vierchowod, Schillati, Eranio, Rossi e Panucci.

O evento contará ainda com treino de reconhecimento, no dia anterior ao jogo, no gramado do Presidente Vargas. E coletivas de imprensa dos técnicos e capitães das duas seleções, além de um jantar de confraternização com jogadores das duas equipes.

De acordo com a CBF, os ingressos vão custar R$ 20, com meia-entrada a R$ 10. As entradas podem ser adquiridas pela internet ou em lojas físicas na capital cearense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.