CBF revisa ranking nacional e Santos assume liderança

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nota oficial, nesta terça-feira, para anunciar a atualização do seu ranking nacional de clubes, que traz o Santos como novo líder. Esta listagem formulada pela entidade levou em conta pela primeira vez os títulos reconhecidos, no final do ano passado, como conquistas nacionais obtidas pelos times entre 1959 e 1970, que antecederam a era do Campeonato Brasileiro realizado desde 1971.

AE, Agência Estado

13 de dezembro de 2011 | 12h42

Com isso, o Santos passou a contabilizar oito títulos brasileiros e aparece com 2.358 pontos no ranking divulgado nesta segunda. Em dezembro de 2010, a CBF resolveu reconhecer as conquistas da Taça Brasil, da Taça de Prata e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa como conquistas nacionais. O fato fez o Palmeiras também chegar a oito títulos brasileiros e ser confirmado nesta quarta como novo vice-líder do ranking nacional de clubes, com 2.306 pontos.

Por meio do comunicado divulgado nesta terça, a CBF explicou que o ranking divulgado no final de 2010 antecedeu a decisão de unificar os títulos nacionais ainda naquele ano. E, agora, a entidade esperou o término deste último Brasileirão para contabilizar a pontuação total dos times e publicar o ranking atualizado.

O Vasco, que ficou com o vice-campeonato nacional deste ano, aparece em terceiro lugar nesta nova listagem da CBF, cujo top 10 é completado, pela ordem, por Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, Internacional, São Paulo e Atlético-MG.

No ranking divulgado anteriormente, no dia 8 de dezembro de 2010, após o término do Brasileirão daquele, o Grêmio aparecia como líder, enquanto o Santos era apenas o décimo colocado, enquanto o novo segundo colocado, Palmeiras, figurava em sétimo. Já o Corinthians, agora sexto no geral, ostentava o status de vice-líder no fim do ano passado.

O cenário mudou muito na atualização do novo ranking até pelo fato de que, entre 1959 e 1970, o Santos somou seis títulos nacionais, enquanto o Palmeiras faturou quatro e ainda foi vice-campeão uma vez no período. Os santistas ainda acumularam dois vice-campeonatos brasileiros nesta época.

CRITÉRIOS - Além de divulgar o ranking, a CBF explicou nesta terça como é definida a pontuação das equipes. O Campeonato Brasileiro e as extintas Taças Brasil e de Prata garantiram 60 pontos aos clubes pela conquista de cada uma delas, enquanto os vice-campeões deste respectivos torneios levam 59 cada um. Já o título da Série B do Brasileiro assegura 40 pontos, enquanto o da Série C, 20, e o da Série D, 10.

A Copa do Brasil também tem peso para definição do ranking. O título da competição vale 30 pontos, enquanto o segundo colocado garante 20. Ou seja, o Vasco, por exemplo, contabilizou neste ano 59 pontos pelo vice-campeonato nacional e mais 30 pelo título da Copa do Brasil, que ainda assegura 10 pontos aos semifinalistas derrotados nos jogos que valeram vagas na decisão.

A CBF ainda divulgou nesta terça a atualização do seu ranking nacional de federações, que traz a de São Paulo disparada na ponta, com 18.466 pontos, e a do Rio na vice-liderança, com 10.192. O Rio Grande do Sul aparece em terceiro lugar nesta listagem, com pequena vantagem sobre Minas Gerais, que está em quarto.

Confira como ficou o top 20 do ranking nacional de clubes atualizado pela CBF:

1.º Santos, 2.358 pontos

2.º Palmeiras, 2.306

3.º Vasco, 2.234

4.º Grêmio, 2.208

5.º Flamengo, 2.207

6.º Corinthians, 2.197

7.º Cruzeiro, 2.114

8.º Internacional, 2.111

9.º São Paulo, 2.109

10.º Atlético-MG, 2.080

11.º Botafogo, 1.846

12.º Fluminense, 1.841

13.º Coritiba, 1.588

14.º Bahia, 1.586

15.º Goiás, 1.556

16.º Guarani, 1.547

17.º Sport, 1.539

18.º Portuguesa, 1.446

19.º Atlético-PR, 1.428

20.º Vitória, 1.392

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCBFrankingSantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.