CBF sofre derrota na justiça gaúcha

O desembargador Mário Rocha Lopes Filho, da 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, manteve o cancelamento da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que anulou 11 jogos do campeonato brasileiro. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, em julgamento de um agravo de instrumento impetrado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra liminar de primeiro grau, concedida no dia 18 de novembro pela juíza Munira Hanna em ação movida pelo torcedor Leandro Konrad. Em despacho sucinto, Lopes Filho disse que não vislumbra lesão grave e de difícil reparação na decisão da juíza e negou a pretensão da CBF até que o mérito da ação seja julgado pelo Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, o que pode acontecer ainda nesta sexta-feira. As decisões da Justiça gaúcha favorecem o Internacional, mas não são reconhecidas pela CBF. Por elas, o clube gaúcho seria o líder do campeonato brasileiro, com um ponto à frente do Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.