Daniel Teixeira/ Estadão
Daniel Teixeira/ Estadão

CBF vai apelar para ter Neymar nas Eliminatórias da Copa

Feldman não vê relação entre a Conmebol e classificação para 2018

ALMIR LEITE E GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

28 de junho de 2015 | 09h25

A CBF pretende lutar juridicamente para ter Neymar nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, que começam a ser disputadas em outubro. A entidade preparou um estudo mostrando que, em seu entender, a punição de quatro jogos imposta pela expulsão contra a Colômbia deve ser cumprida em uma competição similar, ou seja, a próxima edição da Copa América e não na disputa de uma vaga para a Copa na Rússia. Com a eliminação precoce da seleção brasileira diante do Paraguai, o craque da seleção cumpriu dois jogos do total de quatro. Ainda restam outros dois.

"Qual é a relação entre a Conmebol e as Eliminatórias?", questiona Walter Feldman, secretário-geral da CBF. "Temos um estudo sólido mostrando que o que aconteceu com Neymar foi exceção. A punição tem de ser cumprida em uma competição semelhante à Copa América", argumenta.

A base da argumentação da CBF são os regulamentos da Copa América e da própria Conmebol e também casos anteriores de punições impostas aos atletas. O caminho para a apelação, no entanto, ainda não está definido. Uma das possibilidades é uma consulta à Fifa.

Outra possibilidade é recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS), tribunal internacional que regulamenta disputas esportivas localizado na Suíça. Um motivo de preocupação da entidade é o prazo para o julgamento que dificilmente ocorrerá antes do início das Eliminatórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.