Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

CBF vai oferecer Brasil para ser 'campo de testes' para tecnologia

Essa será uma das propostas de Fernando Sarney na Fifa

Jamil Chade, correspondente em Zurique, O Estado de S. Paulo

02 de dezembro de 2015 | 07h22

A CBF vai oferecer o Brasil à Fifa para ser um "campo de testes" para novas tecnologias no futebol, inclusive no uso de vídeo para a arbitragem. Essa será uma das propostas que Fernando Sarney vai apresentar em Zurique nos próximos meses. Nesta quarta-feira, ele assume o cargo no Comitê Executivo da Fifa, colocando um fim a seis meses sem a presença do Brasil na entidade máxima do futebol. Por enquanto, porém, o novo representante da CBF vai evitar trazer novas propostas.

O cargo era ocupado por Marco Polo Del Nero, presidente da CBF. Mas, desde a prisão dos dirigentes em maio de 2015, o dirigente não viajou para fora do Brasil. 

Conforme o Estado revelou com exclusividade em outubro, Del Nero pediu para sair da Fifa. Sarney, assim, assumirá também o Comitê do Futebol Olímpico e será membro do Comitê sobre Futebol de Praia e Futsal. Por enquanto, ele não deve fazer nenhuma proposta e apenas acompanharia as votações apostando nas opções já fechadas na Conmebol.

Mas Sarney tem planos de já iniciar uma maior movimentação a partir de 2016. Um dos pontos principais será a arbitragem. No ano passado, a CBF pediu que a Fifa autorizasse o País a usar o "juiz eletrônico", permitindo o uso do vídeo para auxiliar os árbitros em campo. "Informamos para a CBF que quando as discussões começarem e se o IFAB (as quatro associações britânicas e a Fifa) concordar em realizar testes desse tipo no futuro, ela será convidada para participar dos experimentos", indicou a Fifa na época.

Agora, Sarney vai tentar convencer os demais membros da Fifa a repensar a situação e, caso a International Board aprove o teste, o novo representante da CBF ofereceria à Fifa a possibilidade de que o Brasil fosse utilizado como "campo de testes". Fontes na Fifa indicaram que esses testes poderiam já começar no segundo semestre de 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCBFFifaFernando Sarney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.