Fabio Motta / Estadão Conteúdo
Fabio Motta / Estadão Conteúdo

CBF veta e Cássio tem retorno antecipado ao Corinthians negado

Edu Gaspar alega que não seria justo com os outros clubes que também têm atletas na seleção brasileira

O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2017 | 14h01

A CBF decidiu não liberar Cássio para retornar ao Corinthians e ele permanecerá com a seleção brasileira para o amistoso contra a Inglaterra, na terça-feira, às 18h (de Brasília), em Londres. O clube esperava que o goleiro voltasse logo após o jogo com o Japão, realizado nesta sexta-feira, para que tivesse condição de enfrentar o Fluminense, quarta-feira, mas teve o pedido negado.

+ Sem marcar há quase nove meses, Kazim ganha nova chance no Corinthians

O Corinthians queria o retorno do goleiro após Walter sofrer uma contusão na coxa direita, que o deixará longe dos gramados por, pelo menos, os jogos contra o Avaí e Fluminense, período em que Cássio estará com a seleção. Sem ambos, o técnico Fábio Carille deverá apostar no jovem Caíque França, de 22 anos.

O coordenador técnico da seleção brasileira, Edu Gaspar, alegou que não poderia dispensar Cássio por uma questão de justiça com os outros clubes brasileiro. O Flamengo perdeu Diego e o Sport não tem Diego Souza também.

“Fiquei sabendo por cima e parece que não vou conseguir (ser liberado). Temos outros jogadores. Se eu voltasse, os outros clubes também iriam solicitar isso. Estou tranquilo para fazer o meu melhor aqui”, disse Cássio, após a partida contra o Japão.

+ Com Arana perto do adeus, Corinthians está de olho em três laterais

Além disso, Tite quer contar com o goleiro, que chegou a entrar no decorrer da partida em que a seleção derrotou o Japão por 3 a 1, nesta sexta-feira, em Lille, na França. Cássio é nome forte para ser um dos três goleiros convocados para a Copa do Mundo na Rússia, em 2018.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.