CBF veta o estádio Mané Garrincha para Gama e Corinthians

Partida válida pela segunda rodada da Série B será disputada neste sábado, no Serejão, em Taguatinga

Agência Estado

13 de maio de 2008 | 17h08

Mesmo antes de entrar em campo, o Corinthians já conseguiu uma "vitória simbólica" sobre o Gama, seu próximo adversário no Campeonato Brasileiro da Série B. O departamento técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) negou, nesta terça-feira, o pedido do clube do Distrito Federal para transferir o jogo para o Estádio Mané Garrincha ao invés do Serejão. O Gama reivindicava o direito de mandar o jogo em seu campo, baseado num laudo técnico do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, enviado na manhã desta terça-feira para o Rio de Janeiro. Mas o Mané Garrincha, que passou por reformas, ainda não será liberado pela entidade sem uma vistoria rigorosa. Segundo a entidade, o Estatuto do Torcedor tem de ser respeitado e o prazo de 10 dias para mudança de local, já se expirou. Dessa forma, a partida está confirmada para o Estádio Serejão, em Taguatinga, neste sábado, às 16 horas. A diretoria gamense espera agora, a liberação do gramado do Serejão, conhecido como Boca do Jacaré, para treinar no local do jogo. A definição depende do aval do presidente do brasiliense, rival do Gama, Luis Estevão, que só deve liberar o período de quinta-feira à tarde. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.