Ceará acaba com série de vitórias do São Paulo no Campeonato Brasileiro

Equipe tricolor encontra dificuldades para superar a boa marcação e saída do adversário

estadão.com.br

24 de outubro de 2010 | 18h12

LC Moreira/AE

Vicente passa pelo meia Lucas durante vitória do Ceará por 2 a 0 sobre o São Paulo

SÃO PAULO - A expectativa do São Paulo em somar a quarta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro parou no bom jogo do Ceará, que venceu o confronto da tarde deste domingo por 2 a 0, em Fortaleza, que foi válido pela 31.ª rodada, a "rodada Pelé 70".

Veja também:

BRASILEIRÃO - lista Resultados | tabela Classificação

linkCarpegiani lamenta atuação ruim do São Paulo

Com o primeiro tropeço sob o comando do técnico Paulo César Carpegiani, o São Paulo continua com 44 pontos, e perde a oportunidade de encostar nos líderes. O objetivo em conquistar uma vaga à Libertadores continua viável, já que o primeiro no grupo dos classificados, o Botafogo, soma 48.

A equipe cearense, que chega aos 42 pontos, agora soma seis jogos de invencibilidade, e está perto de alcançar seu objetivo na temporada, que é a vaga à Copa sul-americana.

O JOGO. Sem poder contar com Alex Silva, Carpegiani escalou a equipe do São Paulo com Miranda, Xandão e Renato Silva, e o Ceará se aproveitou. Com os rápidos Vicente e Boiadeiro, a equipe cearense fez o que quis pelas laterais, chegando ao primeiro gol com o experiente Magno Alves, de cabeça, aos 21 minutos.

Perdido em campo e sem nenhuma ação ofensiva, o São Paulo levou mais um golpe aos 34 minutos, com um belo gol do zagueiro Diego Sacoman, que limpou o marcador e colocou a bola no ângulo direito do gol defendido por Rogério Ceni.

Ao ver os problemas da equipe, Carpegiani optou por colocar Ilsinho, recolocando o time com apenas dois zagueiros e, teoricamente, forçando os laterais adversários a marcar.

As alterações surtiram efeito e as jogadas de perigo do Ceará diminuíram, mas o ataque são-paulino continuou sem ação. Fernandão, que ganhou chance com a não escalação de Dagoberto, jogou mal e não foi um bom companheiro de Ricardo Oliveira, que ficou isolado, buscando jogadas de um lado para o outro.

Agora, o São Paulo enfrenta o Atlético-PR na quinta-feira, às 21 horas, na Arena Barueri, enquanto o Ceará encara o Atlético-GO no mesmo dia e horário, no Serra Dourada.

  Ceará - 2 - Michel Alves, Anderson, Fabrício, Diego Sacoman, Boiadeiro, Michel, João Marcos, Geraldo (Careca), Vicente, Magno Alves (Reina) e Washington (Mizael). Técnico: Dimas Filgueiras.

  São Paulo - 0 - Rogério Ceni, Renato Silva, Xandão (Ilsinho), Miranda, Diogo (Zé Vítor), Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Lucas  (Marlos), Fernandinho, Fernandão e Ricardo Oliveira. Técnico: Paulo César Carpegiani;

Gols - Magno Alves, aos 21, e Diego Sacoman, aos 34 minutos do primeiro tempo.

Árbitro - Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).

Público - não disponível.

Renda - não disponível.

Local - Estádio Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.