Felipe Oliveira/ EC Bahia
Felipe Oliveira/ EC Bahia

Ceará amplia ascensão e vence o Bahia na Fonte Nova por 2 a 0

Equipe cearense alcança 9.º lugar e não pode mais ser ultrapassada nesta rodada; Tricolor se vê novamente ameaçado pela zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2020 | 21h20

O Ceará confirmou sua reação no Campeonato Brasileiro ao vencer por 2 a 0 o Bahia, neste sábado, na Fonte Nova, em Salvador, pela 24.ª rodada. O time cearense vinha de goleada sobre o Vasco, por 4 a 1, e agora aparece com 32 pontos, em nono lugar. O Bahia, que sofreu sua terceira derrota consecutiva, segue com 28, em 13.º.

Classificado às quartas de final da Copa Sul-Americana, após superar o argentino Unión, o Bahia poupou alguns jogadores. Na próxima quarta-feira, o time recebe em Salvador o Defensa y Justicia, pela primeira partida das quartas.

O primeiro tempo foi bastante amarrado, com os dois times mais preocupados inicialmente com a marcação para depois tentar algo no ataque. O principal lance aconteceu aos 26 minutos, quando Rodriguinho chutou de fora da área e chegou a comemorar o gol. O goleiro Richard não conseguiu encaixar a bola, que passou por baixo do seu corpo e ia em direção ao gol.

O auxiliar Leirson Martins confirmou o gol, mas depois foi alertado pelo VAR que a bola não atravessou por inteira a linha. O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima anulou o gol de forma correta. O Bahia teve mais posse de bola, mas finalizou pouco. O Ceará nem arriscou um chute a gol.

No segundo tempo, o Ceará voltou mais adiantado e logo criou chances. Aos cinco minutos, Vina cobrou falta sobre a barreira e Anderson, que tinha entrado no lugar de Douglas, espalmou a bola que iria entrar no ângulo. Aos 10, Vini chutou forte e de longe e o goleiro rebateu para frente.

O visitante continuava melhor e perdeu outra chance aos 25 minutos, quando Samuel Xavier levantou na área e Saulo fez bem o giro de cabeça. A bola quicou e saiu no lado da trave direita.

Com domínio no meio-campo, o Ceará continuava melhor e chegou ao gol aos 36 minutos. A defesa do Bahia saiu jogando errado e a ligação foi feita rapidamente para Vina, dentro da grande área. Ele ajeitou e bateu cruzado com a perna esquerda, abrindo o placar. Seu oitavo gol no Brasileirão e o 18.º na temporada.

Aos 30 minutos, o árbitro Jean Pierre sentiu dores na parte inferior das pernas e precisou ser atendido pelos médicos. Depois de alguns minutos, ele voltou e conseguiu dirigir o jogo até o final. Nos acréscimos, aos 49, o Ceará ampliou. Gregore perdeu a bola e Kelvyn lançou Saulo Mineiro dentro da área, ele driblou um zagueiro e chutou colocado no canto.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 25.ª rodada. O Bahia vai enfrentar o Palmeiras, no Allianz Parque, às 19 horas, enquanto o Ceará vai receber o Atlético-GO, às 21 horas, no Castelão.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 X 2 CEARÁ

BAHIA - Douglas Friedrich (Anderson); Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Edson (Elias) e Rodriguinho (Daniel); Alesson, Fessin (Rossi) e Gabriel Novas (Gilberto). Técnico: Mano Menezes.

CEARÁ - Richard; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho (Pedro Naressi), Fernando Sobral, Vina (Kelvyn) e Lima (Wescley); Léo Chú (Saulo Mineiro) e Cléber (Leandro Carvalho). Técnico: Guto Ferreira.

GOLS - Vina, aos 36, e Saulo Mineiro, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

CARTÕES AMARELOS - Edson e Elias (Bahia). Tiago e Vina (Ceará).

RENDA E PÚBLICO - Portões fechados.

LOCAL - Fonte Nova, em Salvador (BA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.