Divulgação
Divulgação

Ceará aposta em velhos conhecidos e veteranos para bater o Palmeiras

Principal jogador é Magno Alves, de 37 anos, o artilheiro do time na Série B, com seis gols

O Estado de S. Paulo

30 de agosto de 2013 | 16h11

FORTALEZA - O Ceará enfrenta o Palmeiras neste sábado, pela Série B, na Arena Castelão, com um elenco cheio de velhos conhecidos. No ataque, o técnico Sérgio Soares (ex-Atlético, Santo André e São Caetano), deve escalar a experiente dupla Mota (ex-Cruzeiro) e Magno Alves (ex-Fluminense e seleção brasileira), de 32 e 37 anos, respectivamente.

Magno é o artilheiro do time na Série B, com seis gols marcados. Na lista de conhecidos ainda estão o goleiro Fernando Henrique (ex-Fluminense) e o lateral-esquerdo Vicente (ex-Ponte Preta e Coritiba). No meio-campo, porém, está o principal desfalque. O ex-corintiano Lulinha está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

A equipe faz campanha irregular na competição e ocupa apenas o 13º lugar. Apesar de mandar os jogos no novíssimo estádio construído para a Copa do Mundo de 2014, o público tem sido decepcionante. Nas cinco partidas realizadas no local, a média de torcedores foi de apenas 7.476 - o que corresponde a uma taxa de ocupação de apenas 12% da praça esportiva com capacidade para receber até 58 mil pessoas.

Um fator positivo que ajuda o Ceará diante do Palmeiras é o tempo de preparação. Enquanto o time do técnico Gilson Kleina disputou dez jogos em 30 dias, a equipe cearense entrou em campo pela última vez no dia 20 de agosto, quando bateu por 2 a 0 o Guaratinguetá, em casa, pela Série B.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCeará SCSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.