Rosiron Rodrigues/ Ceará
Rosiron Rodrigues/ Ceará

Ceará aposta no embalo da Copa do Brasil para se reabilitar no Brasileirão

Dos últimos quatro jogos do Campeonato Brasileiro, a equipe de Guto Ferreira venceu apenas um

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2020 | 13h45

Embalado pela classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil, o Ceará volta as suas atenções para o Brasileirão, onde vai em busca da reabilitação contra o Goiás, no domingo, às 18h15, na Arena Castelão, pela 12ª rodada.

No último final de semana, o time comandado por Guto Ferreira foi até Bragança Paulista, no interior de São Paulo, e perdeu para o Red Bull Bragantino, por 4 a 2. Com 13 pontos, o Ceará está no meio da tabela de classificação.

O time, na verdade, estava focado na vaga às oitavas da Copa do Brasil, confirmada após a goleada por 5 a 1 em cima do Brusque. A vaga ainda valeu o prêmio da CBF de R$ 2,6 milhões. Mas a sequência de jogos incomoda o técnico Guto Ferreira.

"Nós estamos tentando trocar uma ou outra peça em cada jogo, porque a maratona de jogos é pesada, incluindo toda a logística pelas viagens. Mas jogando em casa, nós precisamos confirmar os pontos porque o Brasileiro está muito forte, com equilíbrio entre todos os participantes", explicou o técnico.

Mas Ferreira também tem boas notícias. O zagueiro Klaus se recuperou de lesão e pode aparecer no banco, assim como os recém-contratados Pedro Naressi (volante) e Saulo Mineiro (atacante).

O artilheiro Cléber volta a ficar à disposição depois de não ter enfrentado o Brusque na última quarta-feira por já ter atuado por outro clube na Copa do Brasil. O mesmo vale para o lateral-esquerdo Alyson e o atacante Vitor Jacaré.

O volante Willian Oliveira passou por uma cirurgia no joelho e pode ficar até três meses afastado dos gramados. Já o lateral-direito Samuel Xavier, com edema muscular na coxa, e o volante Fabinho, em transição física, devem continuar de fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.