Ceará bate São Caetano e fatura 1.ª vitória na Série B

No Castelão, time cearense faz 2 a 1 e deixa zona de rebaixamento; clube do ABC fica em penúltimo na tabela

AE, Agencia Estado

16 de junho de 2009 | 23h12

O Ceará, enfim, conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Na abertura da sétima rodada, nesta terça-feira, no estádio Castelão, bateu o São Caetano por 2 a 1 e quebrou um jejum de 75 dias ou de oito jogos sem vitória.

 

Veja também:

tabela Classificação

lista Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

Último time da Série B a vencer, o Ceará se livrou da lanterna e da zona do rebaixamento, pelo menos até o final da rodada, porque atingiu os seis pontos, agora em 16.º lugar. O São Caetano, que vinha de derrota para a Ponte Preta, continua com quatro e cai uma posição - da 18.ª para o penúltimo lugar.

Apesar dos dois times imprimirem muita velocidade no início do jogo, faltava qualidade e finalizações. O Ceará buscava os gols na troca de passes de seus meias Geraldo e Esley, enquanto o São Caetano tinha esperança de que a força de seus alas, Roger e Everton Ribeiro, tirassem o pior ataque da seca - só marcou dois gols.

Quem se deu melhor foi o Ceará. Aos 22 minutos, depois da cobrança de escanteio, o zagueiro Erivélton se antecipou a Tobi e tocou a bola com o pé direito para as redes. Aos 43, Ciel substituiu Preto, machucado, no ataque cearense.

No início do segundo tempo, o Ceará já queimou outra troca. Saiu Heleno para a entrada de João Marcos no meio de campo. Sem mudar, o São Caetano tentou ir ao ataque. Mas de forma desorganizada. O empate só aconteceria num lance ocasional. E foi o que ocorreu. Aos 17 minutos, Vandinho cobrou escanteio com efeito e marcou um gol olímpico, aproveitando a indecisão entre o lateral Boiadeiro e o goleiro Adilson.

O nervosismo tomou conta dos cearenses, que passaram a errar passes e finalizar ainda pior. O São Caetano trocou o esquema 3-5-2 pelo 4-4-2 com a saída de Tobi para a entrada de Diogo Orlando e tentou segurar o resultado.

Mas o Ceará fez o gol da vitória aos 40 minutos, após levantamento na área e o toque de cabeça do zagueiro Erivélton. O outro zagueiro, Fabrício, ajeitou de direita, fez a proteção de corpo e mandou para as redes.

O Ceará vai fechar a oitava rodada, jogando de novo em casa, desta vez contra o Campinense, no próximo dia 27 (sábado), às 21 horas. O São Caetano vai novamente atuar fora de casa diante do Guarani, em Campinas, no dia 26.

CEARÁ 2 X 1 SÃO CAETANO

Ceará - Adilson; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal; Michel, Heleno (João Marcos), Esley (Alex Gaibu) e Geraldo; Wellington Amorim e Preto (Ciel). Técnico: PC Gusmão.

São Caetano - Luiz; Marcelo Batatais, Anderson Marques e Tobi (Diogo Orlando); Roger, Ademir Sopa, Adriano, Marcinho e Éverton Ribeiro (Wendell); Vandinho e Marinho (Gerson). Técnico: Antônio Carlos.

Gols - Erivélton, aos 22 minutos do primeiro tempo; Vandinho (olímpico), aos 17, e Fabrício, aos 40 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Alex Gaibu e Geraldo (Ceará); Éverton Ribeiro, Roger e Adriano (São Caetano).

Árbitro - João Alberto Gomes Duarte (RN).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.