Ceará e Goiás empatam com falhas de goleiros

Ceará e Goiás empataram em 1 a 1, neste domingo, no estádio Castelão, no encerramento da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols saíram de falhas dos goleiros Harlei e Michel Alves. O Ceará chegou aos 30 pontos e está na nona posição. Já o Goiás ficou na 18ª colocação com 21 pontos.

CARMEN POMPEU, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 20h49

Veja também:

SÉRIE A - tabela Classificação | listaCalendário/Resultados

O Ceará pressionou desde o início, mas só conseguiu furar o bloqueio do Goiás, aos 16 minutos. O ala Oziel completou jogada dos atacantes Misael e Everton Kempes. O gol saiu com a colaboração do goleiro Harlei, que falhou no lance. O Ceará não recuou e teve oportunidades de ampliar com Diego Sacoman e Geraldo.

O Goiás através de Bernardo, aos 40 minutos, criou chance de empatar, mas Oziel salvou no momento da conclusão. O primeiro tempo foi marcado pelas boas roubadas de bola do Ceará, mas que não foram aproveitadas pela dupla de ataque formada por Misael e Kempes. Assim, o time da casa perdeu a chance de ampliar a sua vantagem.

No intervalo, o centroavante Marcelo Nicácio substituiu Kempes e fez a sua estreia pelo Ceará. A equipe continuou com o controle do jogo. Nos cinco primeiros minutos desperdiçou chances com Camilo e Anderson, com Nicácio dando mais poder ofensivo ao time da casa. Aos 9 minutos, o estreante quase marcou.

O treinador do Goiás, Jorginho, resolveu tirar Bernardo, aos 10 minutos para entrada de Wellington Saci. No minuto seguinte trocou Ernando por Carlos Alberto. O Goiás melhorou e Felipe, aos 12, obrigou Michel Alves a fazer duas grandes defesas. Em seguida Rafael Moura, Wellington Saci e Romerito perderam chances de empatar. Jorginho partiu para a última alteração. Tirou Romerito, aos 16, e apostou em Everton Santos.

O Ceará tentou se fechar com o volante Heleno entrando no lugar do meia Camilo, e o meia Tony na vaga do atacante Misael. A pressão do Goiás aumentou com o Ceará recuado. Aos 32 minutos, o zagueiro Valmir Lucas, de cabeça, carimbou o travessão e quase empatou. O gol de empate estava perto e saiu aos 42 minutos, quando Wellington Monteiro arriscou da intermediária e o goleiro Michel Alves aceitou. O Goiás ainda buscou a vitória de virada nos instantes finais, mas ficou mesmo no empate de 1 a 1.

Na próxima quarta-feira, o Ceará enfrentará o Cruzeiro, em Sete Lagoas (MG), às 19h30. No mesmo horário, no estádio Serra Dourada, o Goiás medirá forças com o Atlético Goianiense.

CEARÁ - 1 - Michel Alves; Oziel, Anderson, Diego Sacoman e Ernandes; Michel, João Marcos, Camilo (Heleno) e Geraldo; Misael (Tony) e Everton Kempes (Marcelo Nicácio). Técnico: Dimas Filgueiras.

GOIÁS - 1 - Harlei; Valmir Lucas, Rafael Toloi e Ernando (Carlos Alberto); Wendel, Wellington Monteiro, Romerito (Everton Santos), Bernardo (Wellington Saci) e Douglas; Rafael Moura e Felipe. Técnico: Jorginho.

Gols - Oziel, aos 16 minutos do primeiro tempo; e Wellington Monteiro, aos 42 minutos do segundo tempo; Árbitro - Nielson Nogueira Dias (PE); Cartões amarelos - Camilo (Ceará); Romerito e Carlos Alberto (Goiás); Renda - R$ 223.145,00; Público - 19.417 pagantes; Local - Estádio Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.