Gabriel Ferrari/GuaraniPress
Gabriel Ferrari/GuaraniPress

Ceará empata no fim e impede Guarani de disparar na liderança da Série B

Time de Campinas fica no 2 a 2 e não aproveita o tropeço do vice-líder Juventude

Estadao Conteudo

18 de julho de 2017 | 22h50

O Guarani perdeu uma boa oportunidade de abrir vantagem na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Com um gol sofrido aos 40 minutos da segunda etapa, o time paulista ficou no empate por 2 a 2 com o Ceará, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), pela 15.ª rodada, e não aproveitou o tropeço do vice-líder Juventude.

Com o resultado, o Guarani segue em primeiro, agora com 27 pontos, mesma pontuação da equipe de Caxias do Sul (RS), que também empatou em casa nesta terça-feira - 1 a 1 com o CRB, no estádio Alfredo Jaconi. O time paulista tem uma vitória a mais: 8 a 7. O Ceará, com 22 pontos, comemorou o resultado fora de casa, já que se aproxima da zona de acesso à primeira divisão do futebol nacional.

O mandante começou a partida tentando pressionar, mas foi surpreendido logo aos oito minutos. Em linda cobrança de falta, o meia Pio acertou o ângulo e colocou o time visitante em vantagem. Mesmo após o gol, o time da casa seguiu insistindo e chegou à virada ainda na primeira etapa. Aos 34, Bruno Nazário cobrou escanteio, Caíque se antecipou à marcação e completou de cabeça para empatar.

A virada saiu aos 42 minutos, em penalidade cometida por Raul sobre Auremir e que o bandeirinha Pedro Cristino flagrou e instruiu o árbitro paranaense Adriano Milczvski a marcar. Na cobrança, Fumagalli acertou o canto direito, sem chances para o goleiro Éverson, que saltou no lado certo.

Com o gol, o experiente meia se igualou a Jorge Mendonça como o quarto maior artilheiro da história do Guarani, com 88 gols. A torcida gritou o seu nome nas arquibancadas reconhecendo a importância do ídolo de 39 anos de idade.

A segunda etapa foi menos movimentada, com o Ceará buscando o empate e o Guarani bastante recuado para segurar o resultado, principalmente após a saída de Fumagalli, aos 28 minutos, para a entrada do volante Richarlyson, outro experiente jogador do elenco bugrino.

Mais disposto a buscar o ataque, o time visitante foi recompensado com o segundo gol aos 40 minutos. Elton bateu da entrada da área, o goleiro Leandro Santos espalmou e Arthur, que tinha acabado de entrar no lugar de Ricardinho, completou contra o gol vazio para deixar tudo igual.

O Ceará volta a campo nesta sexta-feira, às 21h30, quando recebe o Goiás na Arena Castelão, em Fortaleza, pela 16.ª rodada da Série B. O Guarani joga no sábado, às 19 horas, contra o CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 x 2 CEARÁ

GUARANI - Leandro Santos; Lenon, Diego Jussani, Willian Rocha e Salomão; Auremir, Evandro, Bruno Nazário e Fumagalli (Richarlyson); Rafael Silva (Juninho) e Caíque (Claudinho). Técnico: Osvaldo Alvarez (Vadão).

CEARÁ - Éverson; Tiago Cametá, Valdo, Luiz Otávio e Romário; Raul (Lelê), Pio, Cafu (Wallace Pernambucano), Ricardinho (Arthur) e Pedro Ken; Elton. Técnico: Marcelo Chamusca.

GOLS - Pio, aos 8, Caíque, aos 34, e Fumagalli (pênalti), aos 43 minutos do primeiro tempo; Arthur, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Claudinho (Guarani); Valdo, Luiz Otávio e Raul (Ceará).

ÁRBITRO - Adriano Milczvski (PR).

RENDA - R$ 62.259,00.

PÚBLICO - 4.289 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.