Rosiron Rodrigues/Ceará
Rosiron Rodrigues/Ceará

Ceará joga para melhorar retrospecto como visitante no Brasileirão

Guto Ferreira contará com volta de quatro jogadores poupados na partida contra o Palmeiras no sábado

Redação, Estadão Conteúdo

08 de outubro de 2020 | 09h26

O Ceará vai entrar em campo em Curitiba querendo melhorar o retrospecto ruim como visitante no Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, o time cearense enfrenta o Athletico-PR, às 19 horas, na Arena da Baixada, pela 14.ª rodada.

Em seis jogos longe de casa, o time de Guto Ferreira ganhou um e perdeu os outros cinco. Com esse retrospecto, o Ceará não consegue se distanciar da zona de rebaixamento, já que, dos 14 pontos conquistados, apenas três foram como visitante.

"Eu credito esta situação ao desgaste físico, tanto que diante do Palmeiras eu poupei vários jogadores. Mas temos que superar estes obstáculos e buscar os pontos necessários para nos manter numa boa posição na tabela", contou Guto Ferreira.

Os laterais Samuel Xavier e Alyson, com problemas musculares, ficaram em Fortaleza. Outro que não viajou com a delegação foi o volante Charles, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, recebido na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras, em São Paulo.

A boa notícia é que Guto Ferreira vai contar novamente com o lateral-esquerdo Bruno Pacheco, o zagueiro Luiz Otávio e os meias Vina e Leandro Carvalho. Os quatro foram poupados contra o Palmeiras, mas estão à disposição.

"Todo jogo temos que pensar em pontuar. Se não der para fazer os três pontos, temos que buscar um. Quando você fica três jogos sem vencer, acaba perdendo algumas posições. Da mesma forma que quando você consegue os três pontos, você acaba subindo algumas posições. Vamos focar para voltar a vencer", disse Luiz Otávio.


FICHA TÉCNICA:

CEARÁ - Fernando Prass; Eduardo, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Ricardinho, Vina, Fernando Sobral e Leandro Carvalho; Rafael Sóbis. Técnico: Guto Ferreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.