Ceará libera Sérgio Guedes e contrata Sérgio Soares

O Ceará viveu uma manhã de domingo agitada. Em apenas algumas horas, a direção do clube aceitou a saída do técnico Sérgio Guedes, que acertou com o São Caetano, que demitiu Marcelo Veiga na semana passada, e também anunciou a contratação de Sérgio Soares. Depois do empate em 1 a 1 com o Avaí, na última sexta-feira, em Florianópolis, Sérgio Quedes conversou com a diretoria e pediu a sua liberação.

AE, Agência Estado

18 de agosto de 2013 | 15h53

Ele se apresenta ao São Caetano nesta segunda. É a terceira vez que ele passa pelo clube paulista porque já dirigiu o time em 2010 e no ano passado, então pela Série B do Campeonato Brasileiro. "Estou deixando o Ceará de portas abertas. Mas houve esta situação de volta para o São Caetano e fizemos esta composição com a diretoria", explicou. Junto com Sérgio Quedes, os auxiliares Everaldo Pierroti e Gustavo Bueno também deixam o Ceará e vão para o time de São Caetano do Sul (SP).

Sérgio Guedes comandou o Ceará em 10 partidas, tendo três vitórias, dois empates e cinco derrotas, deixando a equipe na 14.ª colocação no Campeonato Brasileiro da Série B, com 18 pontos, dois a mais que o seu novo clube. O São Caetano abre a zona do rebaixamento com 16 pontos, estando em 17.º lugar.

SOARES JÁ ASSUME - Sérgio Soares é aguardado em Fortaleza nesta segunda e no mesmo dia deve iniciar os trabalhos com o elenco alvinegro. A estreia deve acontecer já nesta terça, quando o Ceará recebe o Guaratinguetá, às 19h30, na Arena Castelão, na capital cearense, pela 17.ª rodada da Série B.

Sérgio Soares ficou conhecido como treinador de um time só. Isso porque desde que pendurou as chuteiras, em 2004, teve sucesso apenas comandando o Santo André, onde foi vice-campeão paulista em 2010, perdendo para o Santos na decisão. Depois, teve passagens apagadas por Juventus, Barueri, Ponte Preta, São Caetano, Paraná, Atlético Paranaense, Cerezo Osaka (Japão) e Avaí.

Seu último trabalho foi no clube catarinense. Anunciado como substituto de Argel Fucks em dezembro de 2012, Sérgio Soares comandou o Avaí apenas em 10 jogos do Campeonato Catarinense, sendo demitido no dia 10 de março. Foram três vitórias, três empates e quatro derrotas, terminando o primeiro turno na modesta sexta colocação.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCearáSão Caetano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.