Ceará perde para o Icasa e fica longe do G4 da Série B

Sonhando com o acesso, o Ceará se complicou na briga pelo G4 e ficou um pouco mais longe da elite ao perder o clássico regional para o Icasa, por 2 a 1, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE), na noite desta terça-feira, pela 31.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 22h09

O Ceará perdeu a segunda seguida e manteve o quinto lugar, com 50 pontos, dois atrás do Avaí, quarto colocado. O time ainda viu rivais como América-MG e Sampaio Corrêa crescerem de produção e cobiçarem a vaga. O Icasa, por sua vez, se recuperou na sua briga contra o rebaixamento e subiu para os 32 pontos, em 18.º, três atrás do Oeste, primeiro fora da degola.

O Icasa não teve um começo de jogo totalmente contraditório e surpreendeu todos, inclusive o time do Ceará. Logo aos 3 minutos, o técnico Vladimir de Jesus precisou mexer no time por causa de lesão do zagueiro Josué. A maré de azar logo no começo, no entanto, foi mudando com o passar do tempo. O time da casa aproveitou o gramado ruim para segurar o Ceará e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Após jogada pelo lado direito, Erik fez o cruzamento rasteiro e Nilson aproveitou a desatenção da defesa do Ceará para desviar de primeira para o gol.

Com a vantagem, o Icasa achou que conseguiria controlar a partida, mas do outro lado tinha um adversário mortal. Em boa trama no campo de ataque, aos 22 minutos, Eduardo tocou, Bill deu um corta-luz na entrada da área e a bola ficou com Magno Alves. Com frieza, o atacante tocou de primeira na saída do goleiro. O gol de empate acordou os donos da casa, que passaram a pressionar o adversário em busca do resultado.

A segunda etapa foi bem mais brigada, apesar das defesas estarem mais expostas. Nilson quase marcou de cabeça após cruzamento da direta. Mais na base da vontade do que na categoria, o Icasa seguiu em cima do adversário e conseguiu marcar aos 24 minutos. Lucas Silva ganhou da marcação na corrida e bateu forte, sem chances para o goleiro Luis Carlos, que não conseguiu alcançar.

Correndo atrás do prejuízo mais uma vez, o Ceará não teve a mesma organização e tranquilidade do primeiro tempo e acabou caindo no jogo do adversário, de força do meio-campo para trás.

Os dois times voltam a campo na próxima sexta-feira. O Icasa encara a lanterna Portuguesa, às 19h30, no Canindé, em São Paulo. Um pouco mais tarde, às 21h50, o Ceará recebe o Santa Cruz, no Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA:

ICASA 2 X 1 CEARÁ

ICASA - Busatto; Josué (Carlinhos Rech), Gilberto e Ivonaldo (Bismark); Naylhor, Rodrigo Vitor (Dodó), Mauri, Erik e Zeca; Nilson e Lucas Gomes. Técnico: Vladimir de Jesus

CEARÁ - Luis Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Wellington Carvalho e Vicente; João Marcos, Ricardinho (Souza), Eduardo e Lulinha (Assissinho); Billa (Felipe Amorim) e Magno Alves. Técnico: Sérgio Soares.

GOLS 0 Nilson, aos 14, e Magno Alves, aos 22 minutos do primeiro tempo. Lucas Gomes, aos 24 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Pablo dos Santos Alves (ES)

CARTÕES AMARELOS - Naylhor (Icasa); Samuel Xavier, Sandro e Ricardinho (Ceará).

PÚBLICO e RENDA - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCearáIcasaSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.