Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Christian Erikson/Divulgação
Christian Erikson/Divulgação

Ceará só empata com o Oeste e permanece em situação complicada

Vozão busca 1 a 1 em casa, mas continua na zona de rebaixamento

Estadão Conteúdo

26 de setembro de 2015 | 19h08

O Oeste merecia uma melhor sorte na tarde deste sábado. O clube paulista foi até Fortaleza, teve as melhores chances e ficou no empate por 1 a 1 contra o Ceará, em partida válida pela 28.ª rodada da Série B, complicando ainda mais a vida do time da casa, que segue na zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Ceará continua longe de deixar a zona de descenso. O clube cearense já não vence há quatro rodadas e está na 17.ª colocação, com 26 pontos, a cinco do Macaé, com 31, primeiro time fora do grupo de rebaixamento. O Oeste, por sua vez, continua com uma boa "gordura" na luta contra a queda. Invicto há seis rodadas, a equipe paulista soma 34 pontos.

Tentando se distanciar do Ceará e consequentemente da zona de rebaixamento, o Oeste começou o jogo recuado, segurou os avanços do rival e surpreendeu ao sair na frente em pleno Castelão. Aos 35 minutos, Kahê passou pela marcação adversária, ganhou a dividida com o goleiro Luis Carlos e mandou para o fundo das redes.

Atrás do placar, o Ceará não se abateu. A torcida empurrou e o time partiu com tudo em busca do empate. Aos 38 minutos, Ricardinho, em cobrança de falta, mandou muito perto do gol. Na sequência, após escanteio, Julio César tentou, mas Leandro Santos levou a melhor e fez a defesa. Nos acréscimos, porém, não teve tanta sorte. Aos 47 minutos, Ricardinho cobrou falta da intermediária e a levantou na área, onde Rafael Costa desviou para deixar tudo igual.

No segundo tempo, o Ceará voltou com uma tática mais ofensiva, foi para a pressão, mas não conseguia marcar. Sem sucesso, o time cansou e abriu espaços para Oeste contra-atacar. O clube paulista chegou a marcar, mas o árbitro assinalou impedimento e anulou o lance. Aos 41 minutos, foi a vez do travessão salvar a equipe cearense da derrota.

Na próxima rodada, o Ceará enfrenta o Luverdense na terça-feira, as 21 horas, no Castelão, em Fortaleza. No sábado, o Oeste recebe o Náutico às 16h30, no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 1 X 1 OESTE

CEARÁ - Luís Carlos; Tiago Cametá, Sandro(Gilvan), Charles e Victor Luís; Ricardo Conceição, Guilherme Andrade (Eninho) e Ricardinho; Fabinho (Mazola), Rafael Costa e Júlio César. Técnico - Marcelo Cabo.

OESTE - Leandro Santos; Paulo Henrique, Júnior Lopes, Ligger e Fernandinho; Elivelton (Renato Xavier), Renan Mota e Mazinho; Guilherme, Kahê e Waguinho. Técnico - Roberto Cavalo.

ÁRBITRO - Luis Teixeira Rocha (RS)

GOLS - Kahê, aos 34 e Rafael Costa, aos 47 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Guilherme Andrade (Ceará); Guilherme Amorim, Ligger e Waguininho (Oeste)

RENDA - R$ 159.614,00

PÚBLICO - 22.333 pagantes

LOCAL - Castelão, em Fortaleza (CE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCearáOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.