Ceará tenta usar desespero do Avaí para quebrar jejum

Há três rodadas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Ceará terá pela frente neste domingo um rival também em crise: o Avaí, que não ganha há 10 jogos. Mesmo vivendo momentos de instabilidade, o time nordestino quer tirar proveito do desespero do adversário no jogo marcado para as 18h30, no Estádio da Ressacada.

CARMEN POMPEU, Agência Estado

26 de setembro de 2010 | 08h43

"Precisamos vencer e vamos, sim, tentar tirar proveito da série de derrotas do Avaí", disse o técnico Dimas Filgueiras, em alusão às duas derrotas seguidas dos catarinenses. Há quatro jogos no comando do time, o treinador buscará sua primeira vitória fora de casa. Longe do Castelão, empatou por 0 a 0 com o Vitória e perdeu por 2 a 0 para o Cruzeiro.

"Conseguimos neutralizar as principais jogadas ofensivas do Cruzeiro até acontecer o lance do pênalti já no fim do jogo. Fomos prejudicados pela arbitragem, pois tivemos um gol legítimo de Marcelo Nicácio anulado que empataria a partida. Os jogadores se dedicaram bastante e merecíamos uma sorte melhor. Agora já estamos concentrados no Avaí e temos tudo para voltar de Santa Catarina com um bom resultado", disse Filgueiras.

O zagueiro Diego Sacoman, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, fica de fora. O volante Heleno deve ser recuado para formar a zaga com Anderson. No ataque, Magno Alves segue fora e deve ser substituído por Marcelo Nicácio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.